Relação da Alimentação com a sua Saúde Bucal

Tempo de leitura: 5 min

Escrito por mcoutinho
em dezembro 17, 2021

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.
Relação da Alimentação com a sua Saúde Bucal

O cuidado com a sua saúde bucal é uma das principais formas de preservar o bem-estar de todo o organismo e de garantir uma boa qualidade de vida. Isso porque, além de comprometer a estética, as doenças bucais ainda podem evoluir para enfermidades sistêmicas generalizadas.

Por isso, em conjunto com uma boa escovação e higienização de toda a cavidade oral, é preciso se atentar com os hábitos alimentares diários. Afinal, ao mesmo tempo em que alguns alimentos podem danificar as estruturas dentais, eles também podem te ajudar a combater as patologias.

Mas como é possível distinguir quais são os melhores tipos de comida? Aqui explicaremos tudo sobre os impactos que a alimentação pode ter na boca, sejam eles positivos ou negativos. Confira!

Problemas bucais que podem ser consequência da alimentação

A alimentação é uma parte fundamental na nossa rotina, capaz de interferir no metabolismo, no desenvolvimento de novos tecidos, no funcionamento do organismo, na concentração e no nosso nível de energia ao longo do dia.  

No entanto, mais do que o alimento em si, o que torna a nutrição tão importante é a absorção das vitaminas e minerais que ficam concentrados nessas comidas e que eventualmente são absorvidas durante a digestão.

Por isso, o consumo de alguns tipos de comidas é considerado descartável ou evitável pelos médicos. Afinal, esses produtos não apresentam vantagens nutritivas relevantes e ainda são capazes de causar danos ao corpo e aos dentes, como:

Cárie

Os alimentos industrializados, ricos em carboidratos simples e açúcares processados são uma das principais preocupações dos dentistas e um dos maiores riscos, principalmente, para os pacientes que utilizam o aparelho lingual ou outros acessórios odontológicos fixos.

Isso porque, os resquícios dessas refeições são ideais para que as bactérias bucais possam formar a placa bacteriana e o tártaro, produzindo ácidos que corroem os dentes e provocam o surgimento das cáries.

Por isso, é indicado que o consumo desse tipo de alimento seja bastante reduzido e seguido de uma higienização bucal completa.

Doenças periodontais

As doenças periodontais são constituídas por inflamações graves nos tecidos mais internos da gengiva, que alcançam os ossos, a raiz dos dentes e até o sistema vascular da região. Essa inflamação também é resultado da ação bacteriana e da ingestão excessiva de açúcares e doces.

Ela pode causar impactos na lente de contato dental quanto custa uma prevenção perto de uma inflamação tão grave – prejudicando a durabilidade –, mas também é capaz de originar outras patologias sistêmicas mais sérias, como:

  • Doenças cardiovasculares;
  • Patologias gastrointestinais;
  • Artrose;
  • Diabetes;
  • Enfermidades auto degenerativas, entre outras.

Na cavidade bucal, um paciente que desenvolve essa doença pode ter hemorragias locais, dificuldade com a mastigação, halitose, mobilidade dentária e, em casos mais sérios, até sofrer com a perda de uma ou mais unidades dentárias.

Estomatites aftosas

As úlceras ou aftas podem aparecer com frequência em pacientes que utilizam a prótese removível flexível ou o aparelho dentário. Mas, ela está relacionada com os danos causados pelos ácidos bacterianos nos tecidos moles da boca e com a deficiência de vitaminas e minerais.

Isso porque, ao mesmo tempo em que preferimos os alimentos ricos em carboidratos e açúcares – que muitas vezes são calorias vazias –, muitas vezes negligenciamos as comidas que, de fato, são ricas em nutrientes essenciais.

Comidas que auxiliam no fortalecimento da cavidade oral

Como vimos anteriormente, uma dieta equilibrada é essencial para evitar o acometimento de alguns tipos de doenças bucais. No entanto, além de ser uma medida profilática, uma boa alimentação é capaz, até, de auxiliar na manutenção da limpeza dos dentes e na remoção das bactérias.

Por isso, é importante focar sempre nos:

Alimentos ricos em fibras

Ainda que os pacientes que utilizam o aparelho odontológico transparente precisem ter mais cuidado com essas comidas, os legumes, as frutas e as verduras mais duras são ótimas aliadas da saúde dos dentes.

Isso porque, as fibras presentes nas suas composições exigem uma mastigação mais aprimorada, que acaba removendo as bactérias acumuladas na superfície dos dentes, em decorrência do atrito.

Gorduras boas

Enquanto isso, as comidas ricas em gorduras boas – como o azeite extra virgem, castanhas e o abacate – formam uma película oleosa no esmalte dentário, impedindo que as bactérias consigam produzir a placa bacteriana ou os ácidos danosos.

Comidas com alta concentração de cálcio

O cálcio é um dos principais minerais para a saúde bucal. Afinal, além de servir fortalecendo os ossos maxilares e mandibulares – que fazem a sustentação dos dentes –, ele também é responsável por constituir o esmalte dentário – que faz a proteção –.

Em conjunto com todos esses benefícios, esse mineral ainda é capaz de elevar o pH da boca, deixando a saliva mais alcalina e, consequentemente, reduzindo a erosão dental. Assim, é fundamental investir na couve, peixe, nos leites e em seus derivados – sem açúcar.

Alimentos com Vitamina A, B, C e ferro

A vitamina A é muito importante para a cicatrização dos tecidos bucais e para o fortalecimento do esmalte dental. A vitamina B faz a manutenção da saúde das gengivas e a vitamina C reforça o sistema imunológico e a capacidade do corpo de combater as bactérias orais.

A falta desses nutrientes é capaz de tornar o esmalte dentário mais fraco, bem como, toda a boca mais sujeita ao acometimento de doenças que causam desconfortos severos e podem, inclusive, ameaçar o bem-estar geral dos pacientes.

Por isso, quando falamos de cuidados bucais, a atenção com a alimentação deve ser uma prioridade tanto quanto o investimento em procedimentos estéticos, como o Clareamento a laser valor

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.