Quais os 4 tipos de melanoma?

Tempo de leitura: 2 min

Escrito por admin
em outubro 22, 2021

O melanoma é um câncer de pele maligno que se desenvolve nos melanócitos, nome das células da pele que produzem melanina (substância que dá cor para a pele). A doença é mais comum em adultos brancos e tem relação direta com a exposição solar incorreta ou a recorrência de recursos como o  bronzeamento artificial, que causam lesões frequentes nas células.

Segundo informações do Instituto Nacional de Câncer, o Brasil registra mais de 5 mil casos de melanoma por ano. Por mais que o câncer de pele seja o mais comum entre brasileiros —30% de todos os tumores malignos registrados no País, este tipo de neoplasia representa apenas 3% desta quantidade. Mas é o tipo mais grave, com muita chance de se espalhar para outros órgãos.

O que é melanoma?

Este é câncer de pele muito agressivo, no qual os melanócitos crescem rapidamente e de forma descontrolada, podendo se espalhar pelo corpo. O problema se manifesta por meio de manchas escuras na pele, que podem mudar de tamanho, formato ou cor. Pintas que sangram ou machucados na pele que não cicatrizam também podem ser sintomas da doença.

O prognóstico deste tipo de câncer é considerado bom, desde que a doença seja identificada na fase inicial. Por isso, as pessoas devem sempre tomar cuidado com agressões à pele, usar protetor solar todos os dias e ficar sempre de olho nas alterações de pele. É recomendado procurar um médico sempre que aparecer uma alteração como coceira, descamação ou pinta irregular.

Tipos de melanoma

O melanoma pode ser classificado de acordo com seu desenvolvimento e localização. Os 4 principais tipos são:

Melanoma extensivo superficial

É o tipo mais comum, e se desenvolve nas células superficiais da pele, mas pode se espalhar para as camadas mais profundas. Este melanoma começa com manchas de cor marrom na pele, ou com pequenos pontos avermelhados, brancos, pretos ou azulados.

Melanoma nodular

Mais agressivo, este tipo de melanoma tem crescimento rápido e pode afetar outras regiões do corpo desde as fases iniciais. É um tumor maligno fácil de identificar, porque se inicia com o aparecimento de uma mancha elevada ou caroço de cor preta, azulada ou avermelhada, que cresce muito rápido.

Melanoma lentigo maligno

Ocorre em áreas que estão mais expostas ao sol, como rosto, pescoço, couro cabeludo ou braços. É mais comum em idosos com pele danificada pelo sol e pode alcançar as camadas profundas da pele. Assim como os demais tipos, começa a se manifestar através de manchas escuras e irregulares na pele.

Melanoma lentiginoso acral

É um tipo de melanoma raro que afeta as camadas superficiais da pele em seu estágio inicial. O problema aparece com mais frequência nas palmas das mãos, solas dos pés e unhas.

Como é o tratamento?

O tratamento do melanoma varia. Fatores como tipo de câncer, estágio da doença e estado de saúde da pessoa influenciam no método recomendado pelo oncologista, que pode optar por:

  • Cirurgia;
  • Quimioterapia;
  • Radioterapia;
  • Imunoterapia;
  • Terapia alvo.

O melanoma tem alta chance de cura, principalmente quando ainda não se espalhou para outras partes do corpo. Fique sempre atento aos sinais que podem aparecer na pele!

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade