PDI: plano gera resultados para o funcionário e para a empresa

Tempo de leitura: 4 min

Escrito por admin
em abril 26, 2022

Conheça o plano de desenvolvimento individual e descubra como ele pode ajudar a alavancar a sua carreira

Quando a empresa e sua equipe trabalha em sinergia todos são beneficiados. Logo, o desenvolvimento profissional não deve ser uma preocupação apenas do colaborador, mas sim um objetivo em comum entre empregadores e empregados.

Nesse contexto, o plano de desenvolvimento individual, também conhecido como PDI, é uma ferramenta que pode ajudar a atingir os objetivos traçados. Ao sistematizar ações com o propósito de alcançar um determinado resultado, as chances de obter resultados satisfatórios aumentam. 

O que é o plano de desenvolvimento individual?

O PDI é um plano que tem o propósito de sistematizar ações que devem ser tomadas com a intenção de atingir um certo objetivo. Ele pode ser usado tanto para o desenvolvimento pessoal quanto profissional. 

O método funciona como uma espécie de roteiro que auxilia o profissional a sair de um lugar e se movimentar em direção a uma meta que gostaria de alcançar. 

Portanto, podemos dizer que o PDI é um documento que estabelece uma rota a ser seguida com o intuito de alcançar um destino. Através de metas e prazos, sua formatação é pensada de maneira que a pessoa não perca o foco.

Como funciona o PDI?

O PDI é muito utilizado nas empresas com o propósito de ajudar no autoconhecimento e autodesenvolvimento dos colaboradores. Sob o ponto de vista empresarial, ele serve como ferramenta de monitoramento e desenvolvimento de competências dos profissionais.

Para os colaboradores que desejam crescer na empresa, o PDI ajuda a identificar todas as etapas de evolução da carreira dentro do negócio.

É importante destacar que muito embora o PDI seja mais frequente no âmbito corporativo, ele também pode ser utilizado fora deste ambiente. Qualquer pessoa que pretende atingir um objetivo pode traçar um roteiro de PDI com metas, prazos e ações que precisam ser executadas para atingir os resultados pretendidos.

Quais são os benefícios do PDI?

Como mencionamos no início deste artigo, o PDI é uma ferramenta que beneficia empresa e colaborador. Muito utilizado como ferramenta de gestão de carreiras, ele ajuda a desenvolver habilidades interpessoais e tirar projetos do papel. Confira os principais benefícios experimentados pelas empresas:

  • aumento do engajamento e produtividade;
  • cumprimento das metas;
  • motivação;
  • organização; 
  • colaboratividade; 
  • melhora da relação entre gestor e colaborador.

Do ponto de vista do funcionário, podemos destacar alguns dos benefícios que o PDI traz: 

  • clareza com relação aos rumos da carreira;
  • segurança na tomada de decisões;
  • motivação quanto ao aprendizado e desenvolvimento;
  • engajamento;
  • controle sobre o próprio desenvolvimento;
  • autonomia; e,
  • responsabilidade. 

Como traçar um plano de desenvolvimento individual?

As dicas que vamos trazer são para quem está planejando montar um PDI empresarial. Por se tratar de um documento de desenvolvimento personalizado estruturado como se fosse uma trilha, a primeira etapa consiste na avaliação de desempenho.

Conheça o colaborador

Por meio desta avaliação você pode conhecer o colaborador, mapeando as competências que precisam ser desenvolvidas. Isso trará as orientações necessárias para o passo seguinte.

Defina objetivos e metas

Agora que você já conhece o perfil do colaborador fica mais fácil ajudá-lo a traçar objetivos e metas. Esse trabalho deve ser feito conjuntamente, afinal, o colaborador é o principal interessado nas habilidades que serão desenvolvidas. 

Para manter o foco em um objetivo principal, a dica é montar um plano de médio e longo prazo com pequenas metas. Assim fica mais fácil acompanhar o andamento e a evolução, além disso, o colaborador se mantém motivado durante o processo.

Custos do PDI

Após traçar os objetivos e metas, o passo seguinte é a análise de custos. A empresa precisa ter clareza com relação ao orçamento necessário para investir no PDI. Avalie o custo e o retorno do investimento. 

Cronograma

Chegou a hora de criar um cronograma. Neste documento, serão definidos os prazos para alcançar cada uma das metas traçadas. Este cronograma ajuda a manter o colaborador focado e permite um controle da evolução do projeto.

Cronograma pronto? O PDI já pode ser colocado em prática. O colaborador deve estar motivado com o plano e interessado em atingir os objetivos que se propôs. 

Acompanhamento

Por fim, o plano de desenvolvimento pessoal é um processo que demanda acompanhamento constante. Ao longo do processo, esteja aberto para ouvir o seu colaborador e aproveite para dar feedbacks — que são muito importantes para o desenvolvimento das habilidades e competências deste profissional. 

O PDI é mais eficiente se for desenvolvido em conjunto, com base na avaliação, nos interesses e expectativas do colaborador. Alinhar esses interesses com os da organização contribui para o sucesso do projeto. Dessa maneira, impor a execução de um PDI acaba gerando um efeito contrário ao pretendido.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade