Passaporte brasileiro passa por mudanças; saiba o que mudou 

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em setembro 5, 2022

O passaporte brasileiro está passando por uma série de mudanças, e é importante saber como se adequar a essa questão para manter seu documento em ordem e pronto para a utilização.

Embora muitas pessoas não saibam como ele funciona, o passaporte é um documento muito importante, uma vez que ele é necessário para a saída do país, seja a passeio ou trabalho como despachante aduaneiro logística.

Por isso, muitos brasileiros acabam tendo que conviver com o documento, que é emitido pela Polícia Federal e possui uma série de informações. Normalmente ele também é utilizado como documento de identidade, podendo substituir o RG.

Entretanto, o passaporte brasileiro possui alguns elementos e regras que o diferenciam de outros documentos em território nacional, e é importante saber esses detalhes para você usar adequadamente o documento.

Em um primeiro ponto, é importante saber que o passaporte possui data de validade, e deve ser renovado antes do vencimento para manter todas as informações corretas quando você o utilizar como identificação.

Vistos e outros elementos de registro no passaporte também costumam ter validade própria, por isso é muito importante que você mantenha cuidado sempre que for utilizá-lo quando viajar por sua empresa de produtos veganos.

Recentemente, um novo modelo de passaporte foi criado, alterando algumas informações e otimizando a documentação, que não sofria nenhuma alteração desde 2006.

A mudança foi realizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, e esteticamente a intenção da mudança no documento é promover uma série de questões nacionais, como:

  • Cultura;
  • Arte;
  • Fauna;
  • Flora.

Estes elementos estão intrinsecamente ligados ao país, e através do documento, a ideia é passar um pouco dessa questão para todos os que tiverem contato com o passaporte ao longo do tempo.

Um desenvolvedor de aplicativo para bar e restaurante provavelmente passará boa parte do tempo viajando, aproveitando para mostrar em diversos locais as funcionalidades de sua aplicação.

Por isso, ter um passaporte sempre em dia é fundamental, e deve ser sempre atualizado para evitar transtornos no traslado internacional.

A OACI (Organização Internacional da Aviação Civil), uma agência ligada diretamente às Nações Unidas, recomenda que os passaportes de um país sejam atualizados a cada 10 anos.

Isso significa que o período de mudança do passaporte brasileiro foi um pouco além do padrão internacional, demorando um pouco mais para ser anunciado. A ideia, entretanto, era criar mudanças significativas no documento.

Dessa forma, você consegue entender o motivo que gerou a mudança nesse modelo e como aplicar corretamente esse tipo de ação em uma estrutura de outorga e licenciamento ambiental que dependa do passaporte para ser executada.

Principais mudanças do passaporte

As principais mudanças referentes ao documento estão diretamente ligadas com a tecnologia antifraude, uma colaboração entre o Ministério das Relações Exteriores com a Polícia Federal e a Casa da Moeda.

Essas ferramentas buscam evitar complicações e fraudes para inibir o uso de passaportes falsos por criminosos e dificultar o transporte de pessoas que usam esse tipo de mecanismo para burlar as regras de viagem internacional.

O modelo anterior de passaporte possuía uma marca d’água, que possibilita aos fiscais verificarem a autenticidade do documento. Entretanto, o novo modelo possui 13 marcas d’água diferentes, tornando-o muito mais seguro.

Já a página que possui os dados do cidadão sofrerá algumas mudanças importantes. A princípio, o documento contará com duas fotos, uma colorida, para ajudar o fiscal a identificar a pessoa, e outra em preto e branco, que contará com dados biométricos.

Além disso, alterações anteriores continuarão tendo efeito nos novos documentos, como a questão do chip de segurança implementado em 2015. Esse chip ajuda a identificar a veracidade do documento com muito mais facilidade.

A mudança de 2015 referente ao prazo de validade do documento, que passou de 5 para 10 anos, também se manterá, garantindo mais estabilidade para um profissional de análise de água de rios que viaja frequentemente a trabalho.

A mudança na emissão do passaporte está prevista para setembro de 2022, mas a Polícia Federal avisa que essa troca não é obrigatória para quem possui passaporte dentro da validade.

Quem deseja ter o novo documento por questões de segurança, entretanto, já pode começar a se preparar para agendar junto a um dos postos de emissão de passaporte espalhados nas cidades de todo o Brasil.

Passaporte brasileiro e o turismo

As imagens que são usadas como referência de segurança no novo passaporte representam figuras populares e tradicionais do Brasil, além de contar com homenagens aos biomas brasileiros visíveis apenas com luz ultravioleta.

A ideia por trás dessa mudança é incentivar o interesse das pessoas em visitar e conhecer o Brasil.

Muitas pessoas usam o passaporte como documento para trabalhar em empresas de autorização ambiental, o que acaba fazendo com que estrangeiros tenham acesso ao documento para formalizar a contratação.

As imagens podem atrair a atenção destas pessoas, que acabarão se sentindo estimuladas em conhecer mais sobre o documento e, por consequência, sobre o país, o que ajuda a estimular o ingresso de novos turistas no Brasil.

Mesmo os portadores do documento podem se interessar por passeios e viagens que não pensariam antes, uma vez que estarão constantemente em contato com esse imaginário e acabam dialogando diretamente com esse tipo de questão.

O passaporte também muda sua estrutura para homenagear todo o Brasil. Antes, a capa do passaporte referenciava diretamente o cruzeiro do sul, uma importante constelação brasileira.

Entretanto, o novo modelo volta a colocar em evidência o brasão da República, com as homenagens a todas as regiões do Brasil nas páginas internas da documentação, seja através de biomas, animais ou mesmo da cultura do local.

O novo RG também foi apresentado junto do passaporte, mas é importante frisar que um documento não substitui o outro. A verdade é que a Carteira de Identidade Nacional serve apenas para entrada em alguns países do Mercosul.

Para qualquer outra viagem internacional, o passaporte é um documento obrigatório, e o visto de entrada e permanência em um país é tão importante quanto. É fundamental que você verifique antes de viajar a necessidade de tirar o visto.

Um visto de entrada ou permanência em um país é um processo muitas vezes demorado, e não há certeza de conseguir mesmo que você pague todas as taxas que envolvam a documentação.

Por isso, é importante que você saiba os documentos corretos antes de viajar a trabalho com sua empresa de automação industrial, possibilitando uma estrutura adequada de transporte.

Tarifas do passaporte

Muitas pessoas ficaram preocupadas de saber da mudança, principalmente porque o passaporte não é um documento barato. Entretanto, o valor para a emissão do documento continua igual, de acordo com a Polícia Federal.

Para a emissão do documento comum, o valor é R$ 257,25, e é preciso agendar previamente para você conseguir fazer o documento sem nenhuma complicação, embora normalmente esse processo seja um pouco mais lento.

Se houver algum tipo de urgência ou emergência na emissão do documento, é possível justificar junto a Polícia Federal e solicitar mais rapidez na execução.

O valor, nesse caso, é alterado para R$ 334,42. Além disso, a não apresentação do documento anterior, esteja ele vencido ou não, também aumenta o valor final da solicitação.

Isso acontece porque a Polícia Federal declara responsabilidade de guarda e proteção do passaporte para o cidadão que fez a solicitação do documento. Muitas pessoas utilizam documentos perdidos ou roubados para criar falsos passaportes.

A inibição de crimes relacionados a fraude de identidade depende de um controle rigoroso sobre os passaportes, e por isso é muito importante que você apresente o seu documento anterior quando for renovar.

Para evitar qualquer tipo de transtorno, profissionais de demarcação viária e outras pessoas interessadas podem fazer o agendamento ainda antes do vencimento de seu passaporte.

Dessa forma você não precisa correr para tirar um novo documento em caso de emergência ou de precisar viajar rapidamente.

Considerações finais

O novo passaporte brasileiro traz uma série de inovações importantes para o documento, mas sem perder sua funcionalidade. Por isso, muitas pessoas já estão ansiosas para fazer a mudança.

Com o novo documento, a segurança ficará muito mais em evidência, garantindo um trabalho mais efetivo e funcional do fiscal tanto no Brasil quanto nos países em que um cidadão vá visitar.

Por isso, é importante buscar a atualização de seus documentos sempre que possível. Ainda que você possa esperar até o vencimento de seu passaporte para tirar o novo, as mudanças oferecidas podem ser o suficiente para incentivá-lo a fazer a troca.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade