5 sinais que podem sugerir que o seu gato está triste

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em novembro 7, 2022

Como a maioria das pessoas já sabem, um gato geralmente não tem o mesmo comportamento animado que um cachorro tem. Durante o dia, na verdade, os gatos passam horas e horas dormindo, para só então começar a se movimentar pela casa.

Mas ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, o fato de um gato ficar quietinho o dia todo não significa que ele está triste. Entendemos que nem sempre estamos disponíveis para dar aquela atenção especial para o gato.

Por exemplo, quem trabalha com uma empresa de aluguel de vans sempre está em busca de aumentar o seu alcance para aumentar a quantidade de clientes, o que pode acabar tomando muito o tempo do tutor.

Dentre as características do bichano, podemos dizer que eles são manhosos e, na maioria das vezes, amam um carinho.

Alguns fatores podem contribuir para que o seu gato não fique triste, como oferecer carinho com mais frequência. Ao longo do dia, você também pode dar alguns petiscos e dar uma atenção especial para ele.

É preciso que você entenda que esse processo de cuidado especial com o seu gato é como estar em um programa de controle médico de saúde ocupacional, onde o seu felino está em um lugar que merece todo o cuidado possível.

Essas ações citadas acima fazem com que o seu bichano comece a ronronar de prazer, mas se esse ronronar sumir, junto com o seu miado, e o gato fica mais na dele por um longo período, pode ter certeza que tem algo de errado.

Ou seja, não é necessário ser um “profissional de gatos” para perceber que ele está passando por dias ruins. Da mesma forma que uma cozinheira residencial consegue identificar um ingrediente podre, você também precisa identificar os sinais do seu gato.

Mas afinal, como é possível identificar se o gato está triste? Considerando que esse é o tipo de dúvida de muitas pessoas, desenvolvemos esse artigo para mostrar os 5 principais sinais que podem sugerir que o seu gato está pra baixo. Confira:

Os gatos podem ficar tristes e depressivos?

Para ser mais direto, sim, os gatos podem ficar tristes e depressivos. Para algumas pessoas isso pode ser uma surpresa, mas na verdade isso é muito comum de acontecer.

Esse abalo emocional, por sua vez, pode acontecer pela redução de alguns neurotransmissores ou por grandes mudanças no seu dia a dia.

Na prática, os cuidados que você precisa adotar no seu bichano são basicamente os mesmos cuidados que um gestor de empresa de serviços de limpeza precisa adotar para motivar os seus colaboradores.

Contudo, o fato é que os gatos são muito apegados à sua rotina, e se algo mudar no seu dia a dia, eles rapidamente podem sentir falta de algo.

Se o seu bichano sentir a ausência de certas coisas, logo as chances dele gerar uma possível depressão aumentam. Dentre os fatores que podem contribuir para que o seu gato fique triste, podemos citar:

  • Ausência de brinquedos e arranhadores que estimulem suas atividades;
  • Ausência de algum familiar;
  • Ausência de um outro pet que era o seu companheiro;
  • Saudade de algo.

São esses fatores que podem influenciar diretamente no humor do seu gatinho, portanto toda a atenção no seu bichano é, de fato, necessária.

Em outras palavras, da mesma forma que um profissional deposita a sua atenção para criar um balcão refrigerado inox, você deve fazer o mesmo com o seu gatinho.

Além desses fatores, é necessário pontuar que a saúde também pode influenciar no humor do seu gato. Um dos sinais entre a dor ou doença pode tirar toda a alegria que o seu felino costumava ter.

Ao passar por uma cirurgia, por exemplo, é bem possível que o seu gatinho fique por alguns dias tristes, mas nesse caso, conforme o efeito da anestesia vai passando, a apatia do seu gato acaba.

A castração pode alterar o humor do gato?

Há uma crença popular que diz que os gatos castrados, assim que passam pelo procedimento, ficam tristes. Na verdade isso não passa de um mito levantado pela sociedade.

O fato é que o gato castrado não fica triste, ele apenas fica sem o estímulo dos hormônios que eram liberados pelos testículos – no caso das gatas, pelos ovários.

Ou seja, quando o seu gato passa por uma castração, na verdade ele passa a ficar mais tranquilo e dócil. Portanto, é um processo necessário, da mesma forma que é necessário adotar medidas sustentáveis em empresas áreas contaminadas.

O ideal é que você não deixe de castrar o seu bichano porque ele vai ficar apenas alguns dias na dele.

O maior motivo para fazer castrar o seu bichinho é porque o procedimento evita doenças e impede que o macho saia em busca de fêmeas.

Contudo, ter um gato também significa que você deve fazer algo como um monitoramento qualidade do ar, ou seja, você precisa estar acompanhando ele frequentemente.

Com a castração, as chances do seu gato pensar em sair de casa acabam diminuindo, além de evitar também brigas e atropelamentos, por exemplo.

Quando pegamos um bichinho para cuidar, a expectativa é que ele viva por muitos anos, e a castração, por sua vez, consegue prolongar a vida do seu amigo, além de, claro, proporcionar mais momentos felizes entre você e ele.

Algumas pessoas podem não conseguir notar a diferença, mas para quem já tem uma familiaridade com os felinos, fica bem claro quando o gato fica triste.

Ou seja, é a mesma coisa que acontece quando um gestor de uma fabricante de etiquetas e rótulos percebe que os seus colaboradores estão mais engajados com certos objetivos.

Essa fase para baixo do seu amigo pode estar relacionada a outros fatores que ainda não foram citados nesse artigo. Quais são eles? Confira:

  • Sabor da ração que não agradou o paladar;
  • Um dia de muito calor que o deixou desanimado;
  • Um dia em que ele acordou com muita preguiça.

Se o seu gato apresenta algum desses sinais, vale a pena depositar uma atenção especial para ele. Contudo, a pergunta que fica é: e se ele ficar assim todo dia e por um longo período?

Pensando em te ajudar a identificar esses sinais que podem sugerir o mau humor do seu gato, listamos 5 ações que os bichanos costumam adotar quando estão tristes com algo. Entenda:

Como identificar se o gato está triste?

Devido ao fato dos bichanos terem a tendência de serem manhosos e dorminhocos, você precisa estar esperto com algumas coisas específicas que estão relacionadas ao comportamento deles.

Trata-se de sinais que você poderá diferenciar se o seu gato está triste ou com preguiça. Esses sinais são:

1. Ele só fica parado

Geralmente os gatos dormem de 12 a 16 horas por dia, o que para nós é muito tempo de sono, mas quando eles são acordados, eles têm a tendência de começar a fazer uma exploração na casa em que vivem.

Se mesmo acordado o seu felino parecer mais preguiçoso do que o normal, permanece deitado e não brinca, pode ser que o seu gato esteja triste.

2. Tem miado excessivo

Talvez você não saiba disso, mas cada tipo de miado que o seu amigo solta significa que ele quer algo específico. Se você já está há muito tempo com o seu gato, é bem possível que já tenha notado isso.

O miado que ele solta para ter um pouco da sua atenção, por exemplo, é bem diferente do miado de tristeza.

Sabe aquele miado meio arrastado? Carregando com um tom desanimador? Esse pode ser um grande sinal de que o seu gato está passando por uma fase emocionalmente difícil. 

3. Se torna agressivo

Se você tentar fazer um carinho ou brincar com o seu bichano e ele ataca no primeiro movimento, esse é mais um sinal de tristeza ou depressão que ele está passando.

Assim como alguns cachorros, certos gatos também têm a predisposição de estranhar pessoas que não conhecem, mas em geral continuam sendo bem amorosos com os seus tutores.

Se você tinha o costume de chegar perto dele e brincar por alguns minutos e isso acabou com o felino não deixando você chegar perto dele, vale a pena ficar atento nisso.

4. Se alimenta pouco

Nesse estado de humor meio para baixo, é bem comum que a frequência de alimentação do gato diminua. Consequentemente, com a falta de apetite, o gato fica mais disposto a passar o dia dormindo ou ficar deitado, sem interagir com nada. 

5. Toma muitos banhos

Quando o gato está se lambendo, além de ser um ato de limpeza, ele também produz um hormônio que traz uma grande sensação de prazer para si.

Quando um gato está triste, a tendência é que ele aumente a quantidade de vezes que ele toma banho ao decorrer do dia justamente para sentir essa sensação de prazer novamente.

Se por acaso você notar que o seu gato está se lambendo com mais frequência do que o comum, fique alerta.

Bônus: Se esconde demais

Os gatos são, por natureza, desconfiados de tudo. Os bichanos têm o costume de se esconder quando pessoas estranhas entram dentro de casa apesar de naturalmente gostarem de esconderijos, rotas de fuga e caixa de papelão.

Se o seu gato está sumindo até mesmo de você, isso pode ser um sinal de depressão ou tristeza felina.

Conclusão

A partir do momento que você conseguiu identificar alguns desses sinais, o ideal é que você procure por um médico-veterinário para começar o tratamento do seu gatinho.

Se os sintomas forem poucos, você pode tentar trocar a ração ou estimular ele com brinquedos e arranhadores.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade