Como está o uso de energia solar no Brasil?

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em março 17, 2023

Você sabe o que é energia solar? É aquela que vem da radiação solar. Podendo ser utilizada para diversas finalidades, entre elas calefação de água e geração de energia elétrica.

Esta última é a mais comum e, por isso, o vocábulo “energia solar” é frequentemente utilizado como sinônimo de energia elétrica produzida a partir da luz solar, por meio de sistemas fotovoltaicos, comumente conhecidos como “colheitas de energia solar”.

Além do mais, cada vez mais, a preservação e energias renováveis são assuntos frequentes em relação à sociedade, o que levanta um alerta e até mesmo uma urgência para que esse tipo venha ser implantada.

Limpa, renovável e sustentável, a energia solar ocupa cada vez mais espaço na matriz energética brasileira. Isso não é surpreendente: o país tem muita luz solar em todo o seu território.

E quando também pensamos no mundo em geral levando em consideração um estudo de impacto ambiental EIA, ele também demonstra a urgência para que ações principalmente em relação a energia sustentável possam ser implantadas.

Para ter uma ideia, a região menos ensolarada do Brasil tem um índice de radiação solar 40% maior do que o local mais ensolarado da Alemanha, um dos países que mais usam essa fonte de energia.

Ou seja, a energia solar é possível para todos e tende a ser exatamente uma das principais formas de combater o desmatamento e fazer com que a sociedade e todo o planeta possam ser cada vez mais preservados.

Pensando nisso, para estabelecer a urgência da energia solar e até mesmo de um licenciamento ambiental, hoje iremos falar sobre essa fonte de energia, evidenciando seu significado, como funciona, suas vantagens, importância ambiental e o cenário no Brasil. Confira!

O que é a energia solar?

Por mais que esse termo e forma de energia tem ganhado cada vez mais força e proporção, ainda existem muitas dúvidas sobre o seu e até mesmo sobre o seu significado.

Pois bem, a energia solar é uma fonte primária de energia, derivada da radiação solar. A luz e o calor dos feixes solares podem ser transformados em outros tipos de energia ou combustível. 

Para isso, são utilizadas diferentes tecnologias: energia solar fotovoltaica, calefação solar, energia heliotérmica e fotossíntese artificial.

Apesar das inúmeras possibilidades, muitas vezes há confusão sobre a fonte de energia e as tecnologias colocadas para convertê-la. 

A confusão mais comum é entre calefação solar, sistema de água quente com energia solar fotovoltaica.Trata-se de uma tecnologia que transforma energia solar em eletricidade.

Ou seja, diante dessa confusão que ocorre, nós temos à disposição uma energia sustentável que preza pela natureza e faz com que os impactos gerados sejam muito menores comparados com outros meios de energia.

Logo, diante da proporção e até mesmo dos recursos que esse tipo de energia tem estabelecido, a visão é até mesmo prognóstico é para que daqui alguns anos, cada vez mais a empresa de energia solar tenha espaço e um papel importantíssimo diante da sociedade.

Como funciona a energia solar?

A energia solar, como o nome sugere, vem do sol. A captação pode ser feita através de tecnologias, como painéis solares, usina geotérmica e calefação solar.

Basicamente, quando você captura a luz solar, ela se transforma em energia. Em painéis solares e sistemas solares térmicos, ela é convertida em eletricidade e calor. A calefação solar transforma ela em energia térmica.

Ou seja, caso a sua fábrica de produtos de limpeza deseje realizar a contratação e contar com esse tipo de energia, é essencial ter esse processo em mente e saber exatamente a forma como nós possamos ter acesso a energia solar.

Afinal de contas, diante da relevância, importância e impacto que esse tipo de energia possui e tende a possuir em toda a sociedade. Então, estar por dentro das suas características é um passo totalmente necessário.

Por isso, ter essas informações à disposição tende a proporcionar o direcionamento preciso através de cada momento, fazendo com que o consumo e aplicação da energia solar torna-se algo cada vez mais frequente diante da sociedade.

Vantagens da energia solar 

A energia solar é uma fonte renovável de energia, pois é obtida de uma fonte inesgotável: o sol.”

As vantagens da energia solar são várias. Tanto para o meio ambiente quanto para o orçamento dos consumidores, que podem obter grandes economias no consumo mensal de energia elétrica das distribuidoras.

Além do que, a energia solar tende a desempenhar um papel de compensação ambiental, fazendo com que haja essa melhoria e evolução em relação ao cenário em que vivemos atualmente.

Sendo assim, para que fique claro, confira as vantagens da energia solar e fique por dentro de tudo aquilo que ela tende a proporcionar para a sociedade e o mundo em geral.

  • Fonte renovável e inesgotável de energia;
  • Não poluente;
  • Exige pouca manutenção em suas centrais de produção;
  • Painéis solares cada vez mais eficientes;
  • Fonte de energia viável;
  • Excelente fonte de energia para países tropicais;
  • Requer menos áreas extensas para ser produzida. 

Ou seja, diante dos benefícios destacados, fica claro que os programas de educação ambiental têm razão quando dizem que a energia solar é o futuro para que possamos viver melhor e de uma forma muito mais positiva.

Por isso, ter dimensão da sua importância é algo fundamental e faz com que se adapte ao futuro e saiba exatamente formas de preservar o meio ambiente e mudar o cenário como vivemos.

Importância ambiental da energia solar 

A energia solar é uma forma barata e sustentável de produzir energia. Ou seja, além de economizar mais na conta de luz é uma forma de contribuir para a proteção do meio ambiente.

Seja em ambientes residenciais ou industriais, a energia solar pode ser facilmente gerada, pois os sistemas de coleta podem ser instalados em diferentes superfícies.

Ou seja, os motivos para instalar e conhecer cada vez mais características sobre a energia solar é algo totalmente claro, pois é como se tivéssemos falando de um serviço de um projeto de esgoto predial, em que a economia e o cenário a longo prazo fosse totalmente positivo.

Sendo assim, diante desse cenário, a economia e os impactos positivos da energia solar estão em destaque. Então, fica claro que contar com esse tipo de energia sustentável é um passo importante em relação ao futuro.

A energia solar no Brasil 

“O Pau-Brasil foi o primeiro país subdesenvolvido a produzir células fotovoltaicas. Porque está localizado perto do equador, que é uma região com alta atividade solar. O país tem, portanto, uma situação extremamente favorável para a geração de energia a partir da energia solar. Também é rico em silício, matéria-prima utilizada na produção de células solares.

Atualmente, existem cerca de 30.000 geradores de energia fotovoltaica em operação no Pau-Brasil. 

Segundo dados da Abrava (Associação Brasileira de Tecnologia em Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento), existem aproximadamente 500 mil coletores solares residenciais no país. 

Segundo as previsões, o Brasil encerrará 2018 com cerca de 2,5 gigawatts de capacidade instalada de energia solar, cerca de 115 % a mais do que no ano anterior.

Ainda existem projetos solares térmicos no país, principalmente no Nordeste. Em 2010, o Ministério de Mina e Vitalidade e o Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação firmaram convênio para a construção de uma plataforma de pesquisa em Petrolina, Pernambuco, com o objetivo de levar a energia solar ao mercado brasileiro. ”

“Outro projeto é o SMILE (Sistema Híbrido Solar com Micro turbina para Geração e Cogeração de Eletricidade na Agroindústria), que visa a construção de duas usinas solares para geração integrada de eletricidade para atividades agroindustriais.

Segundo estimativas, outra usina será construída em Pirassununga, no estado de São Paulo, e Caiçara do Rio do Vento no Rio Grande do Norte.

Apesar disso, o custo de geração de energia solar ainda é bastante alto em comparação com outras fontes de energia, como hidráulica e combustíveis fósseis. Instalar um sistema fotovoltaico no Brasil custa cerca de € 3.500 por kWp (quilowatt pico). 

O alto custo de instalação e a falta de informações sobre a eficiência dos painéis solares esclarecem o fato de a energia solar ainda não chegar à maioria das residências, fábricas e manufaturas no Brasil. Portanto, o país ainda não está entre os líderes na produção e uso de energia solar.

Sendo assim, caso deseje aplicar esse tipo de energia diante da sua empresa de compra de sucata, saiba que os investimentos tendem a ser grandes. Porém, os lucros e o cenário a longo prazo são totalmente positivos e satisfatórios.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade