Dicas para proteger os dados dos seus clientes

Tempo de leitura: 4 min

Escrito por admin
em novembro 5, 2021

Nos últimos tempos, a importância de proteger dados de clientes vem ganhando muito espaço nas discussões relacionadas ao e-commerce e derivados.

O preenchimento de formulários é a base de várias estratégias de marketing digital, o que faz com que os dados dos usuários possam ficar vulneráveis a invasões e vazamentos.

Quando dados pessoais são violados, as empresas podem sofrer sanções e danificar a imagem diante da base de consumidores.

Por isso, é importante se atentar à importância desse aspecto para desenvolver campanhas de Marketing Digital corretas e seguras.

No texto a seguir, vamos detalhar os principais pontos do assunto e dar dicas de como proteger dados de maneira adequada.

Entenda a importância da segurança de dados

O atendimento de qualidade vai além da agilidade e da segmentação de ofertas imperdíveis.

A experiência do cliente deve contemplar:

  • Integridade das informações;
  • Respeito à legislação;
  • Confiança;
  • Transparência.

Entenda como esses pontos são essenciais na hora de desenvolver anúncios no Instagram Ads e outros formatos.

  1. Integridade das informações

A partir do momento que um visitante cede dados pessoais, como nome, e-mail e CPF, ele estabelece um contrato com a empresa.

Ele está confiando informações particulares a uma organização gerida por terceiros, que deve zelar pela integridade delas.

Em outras palavras, isso quer dizer que os dados precisam ser resguardados e protegidos contra ataques de hackers e vazamentos.

Número de cartões de crédito e CPF são dois exemplos de dados extremamente sensíveis e que circulam por e-commerces tradicionalmente.

  1. Respeito à legislação

Desde 2018 o Brasil possui uma legislação criada especificamente para o assunto: a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

A LGPD determina regras para a coleta, armazenamento e compartilhamento de dados de clientes.

Ela foi originada a partir de uma década de discussões entre o Congresso Nacional e a sociedade.

A LGPD está vigorando desde setembro de 2020 e prevê sanções que desobedeçam ao que ela prevê.

Essa legislação é marcante pelo aumento da liberdade que os consumidores recebem. Eles passam a ter direito de solicitar informações sobre o que será feito com os dados cedidos às empresas.

  1. Confiança

A proteção de dados não deve ser tratada como um encargo que atrapalha os negócios, muito pelo contrário.

Se os clientes tiverem certeza de que as informações de contato deles vão ser armazenadas e tratadas com segurança, a imagem da marca melhora.

O relacionamento com os consumidores e interessados passa, então, a ser baseado na confiança.

Não há nada melhor para os negócios do que saber que estratégias como anunciar no Google Ads são totalmente seguras e idôneas.

Saiba como proteger dados

A proteção de dados exige conhecimento e investimentos em tecnologias de armazenamento e criptografia, entre outros pontos importantes.

Acompanhe os tópicos que vêm a seguir para saber como cuidar da integridade e transparência das informações de clientes.

  1. Faça backups regularmente

O volume de dados que as empresas precisam gerenciar vem aumentando cada vez mais. É vital realizar backups frequentes para garantir que nada seja perdido.

O ideal é guardar os backups em locais seguros, como servidores particulares acrescidos pela instalação de firewalls a fim de impedir invasões.

Busque o auxílio de uma empresa da área de Tecnologia da Informação para desenvolver estratégias efetivas nesse sentido.

  1. Aplique normas de confidencialidade

Depois que os dados são coletados, é necessário preservá-los inclusive dos próprios funcionários da empresa.

Por isso, é necessário adotar normas para que a confidencialidade e integridade das informações sejam resguardadas dentro do ambiente corporativo.

Termos de responsabilidade servem exatamente para isso: realizar o monitoramento de atendimentos por meio de gravação de chamadas também é recomendado.

Não se pode deixar nenhuma brecha na segurança. Portanto, treine os membros da equipe para que eles lidem com o material sensível da forma que a lei determina.

  1. Adote o controle de acesso

A LGPD determina que o acesso a dados sensíveis seja feito por apenas um profissional designado.

O administrador deve ser alguém de total confiança da empresa, como um gerente. As medidas de segurança também serão aplicadas a ele.

A hierarquia de funções de um negócio já determina quem vai ter acesso. É necessário organizar o sistema para evitar vazamentos e acessos indevidos.

  1. Invista em criptografia

A criptografia serve para proteger informações no ambiente digital. A ideia é cifrar o material com códigos específicos para que apenas pessoas autorizadas possam acessá-lo.

Procure conhecer as opções de criptografia e outras técnicas similares para aprimorar ainda mais a segurança de dados no seu negócio.

Conclusão

Se você sabe como funciona o Facebook Ads, sabe que a coleta e armazenamento de dados é uma das bases fundamentais do marketing digital.

O texto que você acabou de ler traz informações importantes para realizar esses processos típicos de forma segura e legal.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade