Fim da quarentena: 10 dicas para não deixar o seu cachorro se sentir sozinho

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em junho 2, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Fim da quarentena: 10 dicas para não deixar o seu cachorro se sentir sozinho

A pandemia afetou diversos hábitos e provocou mudanças consideráveis para que as pessoas pudessem se adaptar à quarentena, mudando desde os momentos de trabalho, ao tempo com a família, amigos e seus pets.

Essas mudanças fizeram com que as pessoas passassem mais tempo em casa e tivessem que se adaptar a esse momento considerável em sua rotina, mudando a forma de estudar, de trabalhar, de viver.

Vamos imaginar uma pessoa que trabalha em uma empresa de gestão ambiental, ao se deparar com a pandemia e ter que passar por esse momento de quarentena, essa pessoa viu mudanças em seu trabalho, no tempo com os seus pets e com a sua família.

Todos esses momentos sofreram alterações consideráveis, dando espaço para uma situação totalmente nova e uma época de incerteza, ansiedade e dessa reviravolta diante da sua rotina.

Com isso, um dos pontos-chave para se adaptar a esse momento e manter a sua saúde mental boa, foi se apegar em seus familiares, amigos, cachorros ou pets, mantendo a esperança que esse momento passaria e que tudo de fato ficaria bem.

Se apegar nessas relações e manter essa esperança viva, fez com que muitas pessoas conseguissem ter ânimo e mesmo em meio a esse momento tão complicado, conseguissem desempenhar suas funções e ter o máximo em seus momentos de trabalho e afins.

Os cachorros e pets nesse momento também tiveram um papel essencial, sendo os companheiros não somente do lar, mas acompanhando as pessoas no momento de trabalho, tarefas e estudos, demonstrando essa lealdade e companheirismo diante de toda essa situação.

Se tornou recorrente, as pessoas que estavam realizando, por exemplo, um trabalho para uma empresa de zeladoria, se depararem com os seus cachorros no mesmo ambiente e acompanhando as apresentações.

Assim, com a volta de algumas tarefas e trabalhos ao normal, um dos principais afetados foram justamente os cachorros, devido a esse companheirismo citado, com essa volta os pets têm uma grande tendência a se sentir sozinho.

Em suma, como as pessoas estavam dedicando mais tempo e estando próximo praticamente o tempo todo, os cachorros nesse momento podem se sentir extremamente sozinhos, dessa forma é necessário ter atenção e cuidar de seus pets nesse momento de volta a rotina.

Por isso, hoje iremos falar sobre esse cuidado nesse momento de volta à rotina, ressaltando algumas ações e movimentos a serem realizados para que os cachorros continuem se sentindo acolhidos apesar dessa volta.

Dicas para ajudar seu cãozinho

Diante dessas informações citadas, os cãezinhos podem se sentir extremamente sozinhos nesse momento, com isso os donos devem levar em consideração algumas ações para acolher e de fato não abalar seus pets nesse momento.

Por exemplo, uma pessoa que trabalha com um sistema de climatização, ao ter em mente a importância de algumas ações para não deixar seu cachorro sozinho, se terá algo positivo através desse retorno a rotina e não possíveis transtornos caso não seja realizado nada.

Assim, acompanhe algumas dicas para ajudar seu cãozinho a não se sentir só nesse momento e mesmo de longe conseguir se fazer presente.

1 – Tente se afastar antes dessa volta

É importante e necessário se afastar um pouco antes dessa volta, para conseguir observar a reação do seu cãozinho através dessa ação, vendo o comportamento e passando mesmo que de uma forma sútil esse afastamento devido à volta da rotina.

Nesse momento é essencial conseguir demonstrar segurança e conforto para seu pet, realizando esse afastamento de forma eficaz e sem problemas em seu comportamento, o serviço de adestramento de cães recomenda que esse processo se inicie com pouco tempo e vá aumentando gradativamente com os dias.

2 – Gaste energia do seu cachorro  

É primordial que se realize algumas ações em torno dessa volta à rotina, passear com seu cãozinho, brincar antes de sair e deixá-lo alimentado, são algumas das práticas recomendadas nesse processo.

Ao realizar essas ações citadas, é bem provável que seu pet durma a maior parte do tempo e não haja uma preocupação e esse sentimento de solidão.

3 – Utilize brinquedos

Os brinquedos são uma ótima ferramenta de distração para os seus pets, ao utilizar desses brinquedos o cachorro se sente atraído e desperta um sentido através dessa ação realizada.

Por exemplo, uma pessoa utiliza um adesivo impresso com figuras que chamam a atenção do seu cachorro, despertando o interesse através dessas figuras e brinquedos utilizados, conseguindo de fato reter a atenção e diminuir o estresse do seu cãozinho, controlando a ansiedade e a solidão.

4 – Evite momentos mais calorosos

As despedidas e as recepções devem ser tratadas de forma natural, e sem muito alarde, possibilitando uma espécie de consciência em seu pet, enxergando esses momentos de certa forma comum.

É importantíssimo realizar essa ação, conseguindo através disso um preparo maior de seus cachorros diante desse momento, evitando a ansiedade e o estresse do cão, ao de fato não realizar esses atos e ações mais calorosas ao chegar e sair.

5 – Deixe uma peça de roupa com o seu cheiro

Realizar esse ato, faz com que o seu cãozinho sinta sua presença mesmo que de longe, conseguindo transmitir segurança e conforto através dessas peças com o seu cheiro.

Essas peças despertam sentimentos importantíssimos e devem ser utilizados diante dessa volta, conseguindo deixar seu cachorro relaxado e sem ansiedade por conta dessa ausência.

6 – Deixe algum som

O som tem um papel primordial em relação a essa volta, ao realizar uma espécie de laudo de ruído ambiental, entendendo os níveis de barulho da vizinha e desse espaço urbano.

Sons de rádio, televisão ou até mesmo uma música, tem esse poder de despertar uma tranquilidade em seu cãozinho, fazendo com que esses barulhos e sons urbanos acabem passando despercebidos devido a esse recurso utilizado.

7 – Deixe alguma luz ligada

Algumas pessoas devido a sua rotina costumam sair bem cedo e retornar somente no período da noite, por exemplo, uma pessoa que trabalha com o serviço de cargas fracionadas e embarcações.

Portanto, é essencial deixar a luz de algum cômodo acessa para que o pet se sinta mais tranquilo durante o dia, alguns cãezinhos não se adaptam bem a um ambiente totalmente escuro.

8 – Não deixe seu cachorro trancado

Trancar seu cachorro em algum cômodo pode despertar a ansiedade e estresse, gerando justamente essa solidão e fazendo com que essa adaptação se torne algo totalmente dificultoso.

Por isso, é necessário ter atenção a esse ponto e deixar que seu cãozinho tenha espaço e escolha os locais onde melhor ele se adequa diante desse momento.

9 – Treine seu cão

Um cachorro com disciplina e acostumado a lidar com essas situações, consegue se adaptar de forma tranquila e sem ter possíveis transtornos diante dessa volta a rotina e esse momento mais sozinho.

10 – Pense em ter outros pets

Uma ótima opção e possível solução é ter um pet que acompanhe e esteja do lado do seu cãozinho, tendo a companhia um do outro nesses momentos mais a sós, e conseguindo ser um companheiro fiel diante de cada situação.

É necessário só ter atenção a esse ponto, em como seu cãozinho se comporta com outras companhias, justamente para não gerar ainda mais transtornos e diante de uma possível solução, arrumar mais um problema.

Essas dicas têm um papel de facilitar e conseguir ajudar os donos de pet nesse momento tão complicado e que demanda um esforço e ações mais especiais. Com isso continue acompanhando o texto para entender os benefícios que essas dicas trarão para o seu cachorro.

Benefícios através das dicas aplicadas

Acompanhar os benefícios, pode ser um dos pontos-chave para que essas ações possam ser estabelecidas, vendo a necessidade de colocar em prática cada movimento, assim buscando de fato essa eficiência por trás de cada ponto destacado.

Portanto, acompanhe alguns dos benefícios ao realizar essas medidas e colocar em prática cada dica citada no texto.

  • Diminuição no estresse do seu cachorro;
  • Controle diante da ansiedade dessa volta;
  • Maior segurança e conforto;
  • Aproximação entre dono e pet;
  • Diminuição dos riscos e possíveis doenças;
  • Melhora no contato e relação.

Ao realizar essas medidas, os benefícios em torno dessas ações se mostram muito mais próximos e afetam diretamente a relação entre o dono do pet e seu cãozinho.

Assim, impactando diretamente esse contato e demonstrando um carinho ainda maior, conseguindo despertar através de cada prática sentimentos como a segurança e uma relação ainda mais concreta.

Por exemplo, uma pessoa que trabalha com uma divisora de massa em sua padaria, ao ter pouco tempo de contato com o seu cãozinho, realizando essa prática mesmo com pouco tempo, se terá uma qualidade através das ações e contato estabelecido.

Por isso, é essencial ter em mente cada ação citada e de fato aplicar essas dicas em seu dia a dia, conseguindo desempenhar o melhor em seu trabalho nessa volta e fazer com que seu fiel companheiro se sinta tranquilo e seguro diante dessa mudança. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.