Dentição do bebê: 5 dicas para aliviar as dores do nascimento dos dentinhos

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em outubro 18, 2022

O nascimento é um momento repleto de alegria e um novo ciclo na vida das pessoas, entretanto alguns cuidados devem ser estabelecidos para que os bebês possam estar sempre bem. Diante disso, a preocupação com os dentes é algo que deve ser considerado.

As crianças costumam transmitir muita alegria e dar um novo sentido à vida dos pais, então considerar algumas questões naturais e que todo bebê tende a passar é algo essencial e que deve estar sempre em mente.

O nascimento dos primeiros dentinhos, por exemplo, é algo muito comum e que deve ter o máximo de atenção, pois nesse momento é bem comum que eles se sintam muito incomodados e que as dores muitas vezes atrapalhem o seu dia a dia.

O momento de nascimento dos dentes dos bebês se caracteriza por ser muito delicado, pois as crianças tendem a sentir dores que não estão acostumadas e muitas vezes até perder o apetite.

Assim, por mais que você esteja diante de uma rotina corrida, por exemplo, em um trabalho de conserto de instrumentais cirúrgicos, é importante dar a atenção necessária aos bebês e aliviar as dores do nascimentos dos dentinhos.

Por isso, estar preparado para esse momento tende a ajudar muito o dia a dia dos bebês, tendo algumas ações que podem ajudar a criança a passar por essa fase com o menor desconforto possível.

Pensando nisso, hoje iremos falar justamente sobre a dentição do bebê, fazendo com que você entenda como funciona esse processo, os principais sintomas que podem se manifestar e algumas dicas para aliviar as dores e incômodos que podem gerar. Vamos lá!

Processo de dentição dos bebês

Nos desenvolver é um processo natural em nossa vida, isso acontece desde os nossos primeiros passos até mesmo a nossa vida adulta diante da nossa carreira em uma consultoria ambiental, por exemplo.

E quando se trata dos bebês, isso não é diferente, pois se desenvolver é algo natural e que é visto praticamente o tempo, entretanto devemos ter alguns cuidados para que os bebês se desenvolvam e consigam passar por cada fase da melhor forma possível.

Para se ter ideia, quando se trata da dentição dos bebês, os primeiros sinais dos dentinhos começam a nascer entre os três primeiros meses até um ano de idade, por isso a atenção e o cuidado devem sempre estar estabelecidos.

O cuidado nessa fase é necessário, pois junto com os dentinhos, os bebês costumam acumular uma série de dores e sintomas que tendem a gerar um incômodo e mudar até mesmo o humor da criança.

Cada criança tem seu próprio ritmo, mas de forma geral o desenvolvimento dos dentes costuma aparecer por volta de seis meses, gerando alguns desconfortos e deixando claro todo o incômodo.

Assim como você pode fazer o uso de alguns cremes que usam ativos de produtos cosméticos para tratamento da pele que está ressecada, por exemplo, existem algumas maneiras de aliviar aquela coceira chata de quando um dente está nascendo.

Por isso, deve-se ter o máximo de cuidado nessa fase de desenvolvimento para que os dentinhos dos bebês possam nascer de uma forma positiva e principalmente para que isso ocorra de uma forma natural e sem dores absurdas.

Além disso, vale ressaltar que até completar três anos de idade as crianças já possuem em média 20 dentes de leite na boca, e cada grupo dentário que nasce será um novo período de incômodo e de situações a serem observadas.

Principais sintomas da dentição do bebê

Por serem muito pequenos, a única forma dos bebês manifestarem suas dores são através dos choros, por isso cabe aos pais observarem e saberem de fato o que as crianças estão sentindo e formas de controlar e minimizar as dores em questão.

Dessa forma, assim como um desmineralizador de água é essencial ao se tratar de processos químicos e seu desenvolvimento, conhecer os sintomas da dentição do bebê é algo essencial e que tende a melhorar o desenvolvimento das crianças.

Pensando nisso, confira os principais sintomas e saiba identificar as fases em que os bebês se encontram e formas de minimizar as dores em questão.

  • Inchaço na gengiva;
  • Produção excessiva de baba;
  • Erupção cutânea;
  • Irritabilidade;
  • Dor;
  • Febre;
  • Perda de apetite;
  • Vontade de morder objetos variados.

Assim, ao identificar esses sintomas, pode ter certeza que as dores do bebê estão totalmente relacionadas ao nascimento dos dentes e é essencial que os papais se preparem para esse momento.

Com isso, é essencial que os papais se preparem para encontrar medidas que diminuam a irritabilidade e aliviar esse incômodo das crianças, fazendo com que esse desafio possa ser superado.

Dicas para aliviar os sintomas da dentição do bebê

Como foi dito, os desafios estão estabelecidos em nossa vida praticamente o tempo, desde lidar com um medidor de vazão de água, por exemplo, a conseguir uma promoção no trabalho, sempre temos que lidar com essas situações.

Entretanto, os bebês ainda não sabem lidar com desafios e o desenvolvimento natural do seu corpo, por isso os responsáveis devem sempre estar atentos e saber como lidar com cada situação da melhor forma possível.

A formação dos dentes, como está sendo mostrado, força a gengiva dos bebês a romper, assim é extremamente comum sintomas como a dor, coceira e a irritabilidade da criança.

Por isso, ao perceber os sintomas já citados e a mudança no comportamento dos bebês, algumas medidas e ações podem ser adotadas, sendo elas:

1 – Ofereça frutas geladas

Caso o bebê já tenha passado pela introdução alimentar, uma boa dica para reduzir as dores e ao mesmo tempo conseguir alimentar as crianças é amassar algumas frutas como  banana, maçã e morango.

Pelas frutas serem geladas e estarem amassadas, a ingestão desse alimento tende a causar um bem-estar e fazer com que as dores dos bebês venham ser totalmente aliviadas.

Por exemplo, assim os descartáveis cirúrgicos são essenciais para uma cirurgia, as frutas geladas são essenciais para o bem-estar e alívio das dores dos bebês.

2 – Faça massagem na gengiva dos bebês

Nesse momento, uma das ações mais importantes para controlar as dores do bebê é o contato físico, demonstrando uma atenção e cuidando ao máximo das crianças e de todas as dores sentidas.

Além disso, nada se compara aos cuidados dos pais, por isso massagear a gengiva dos bebês tende a trazer um bem-estar das crianças e ao mesmo tempo despertar o máximo de cuidado e alívio diante das dores sentidas.

Com isso, aproveite esse momento e curta ao máximo cada fase dos bebês, pois eles crescem muito rápido e em um piscar de olhos já estão grandes e passando por outros desafios.

3 – Faça sorvete de leite materno

Caso seu bebê ainda se encontre em fase de aleitamento materno, uma boa solução é oferecer um picolé de leite materno, aliviando os sintomas da dentição e mantendo as dores desse momento sob controle.

Além disso, esse processo também pode ser realizado com suco natural, fazendo com que as dores venham a ser minimizadas e que os bebês consigam estar bem e não sofrerem diante do desenvolvimento dos seus dentinhos.

4 – De mordedores aos bebês

Os mordedores são uma ótima opção para aliviar as dores, trazendo um bem-estar e fazendo com que em questão de segundos os bebês possam se sentir melhor e não tão incomodados diante do nascimento dos dentinhos.

Assim, ao estar saindo, por exemplo, da sua empresa de eliminador de gotas demister, vale a pena passar em algumas lojas que contam com esse item, podendo até mesmo optar por personagens ou formatos de mordedores que agradem mais as crianças.

5 – Massagem de reflexologia

Essa é uma ótima técnica para aliviar as dores dos bebês e fazer com que o bem-estar das crianças possam sempre estar em evidência e com o máximo de cuidado possível.

Uma boa dica é realizar essa massagem após o banho, pois nessa hora se aproveita o momento em que os bebês se encontram relaxados, limpos e confortáveis.

Assim, ao realizar essa massagem, um dos intuitos é deixar o bebê calmo e relaxado, oferecendo de fato esse efeito calmante e aliviando ao máximo algumas dores e irritação que são sentidas.

Por isso, assim como um óleo lubrificante para indústria alimentícia é algo indispensável, essas ações tendem a ser indispensáveis para o conforto e bem-estar das crianças.

Benefícios dos cuidados com o bebê

Como foi visto, é essencial cuidar ao máximo das crianças e sempre estar atento ao que elas estão dizendo, pois em questão de segundos as crianças podem acabar perdendo seu ânimo diante das atividades diárias.

Com isso, ao realizar todo um cuidado com os bebês e sempre estar atento aos sintomas e o que eles estão dizendo, alguns benefícios únicos podem ser observados, sendo eles:

  • Desenvolvimento integral das crianças;
  • Bem-estar diante das suas atividades;
  • Comportamentos mais positivos em seu crescimento;
  • Relação emocional equilibrada.

Por isso, quanto mais você se preocupar e estar atento ao seu filho, mais os reflexos positivos no futuro serão demonstrados, gerando um desenvolvimento e evolução totalmente ideal.

Além disso, em alguns casos onde as ações citadas não estão resolvendo, é essencial buscar um auxílio médico, estabelecendo ações assertivas e conseguindo manter sob controle o desenvolvimento dos bebês.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade