5 dicas para economizar na decoração da sua casa nova

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em março 8, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

5 dicas para economizar na decoração da sua casa nova

Cuidar da decoração da sua casa é um dos mais importantes passos dentro de um processo de mudança. Seja para um apartamento ou casa, como algo alugado ou construído já tendo como base seus objetivos, sendo assim sua residência dos sonhos.

Isso porque é somente por meio da decoração de um lugar que é possível expandir a sua identidade, colocando-a também nas paredes deste imóvel ao qual você irá residir. Ou até mesmo trabalhar, diante do crescimento do formato home office, por exemplo.

Seguindo dessa forma o mesmo tipo de ação que envolve você decorar a sua mesa de escritório em seu trabalho. Com o intuito de destacar aquele pequeno espaço como algo seu, destacando sua identidade para todos os que passaram por ali.

E esse mesmo tipo de relação ocorre junto da concepção da sua casa, elevando a importância de tais conceitos, para que seja possível criar algo que converse com o seu estilo, o que precisa ser passado para empresa de jardinagem e paisagismo contratada.

Sendo ela responsável não só por cuidar da decoração e manutenção do seu jardim, mas também por garantir que a organização do emissor esteja alinhada ao estilo do proprietário, como o seu gosto por um tipo de flor ou planta específica, além do arranjo das mesmas.

De forma a destacar aquele espaço como sendo seu desde o momento ao qual você se aproxima de sua nova casa, conseguindo criar uma identidade para o seu imóvel presente em um bairro planejado, com imóveis de estilo padronizado.

Cabendo aos seus moradores a adoção de ações que possam implicar em um crescimento visual dessa região da cidade, com decoração que destaque o estilo diferenciado e enriquecedor entre os vizinhos dessa rua em específico.

Como algo que possa engrandecer esse conjunto habitacional, indo além dos planos de projeto de arquitetura. Tudo ao trabalhar com uma decoração especial a ser aplicada nesses espaços.

A questão é que cuidar da decoração de uma casa, tanto de forma interna ou com externamente, pode resultar em um grande custo para esse morador, que muitas vezes ainda está no processo de pagar pelos gastos associados à compra do novo imóvel.

O que faz ser importante não só saber como decorar sua casa, mas sobre como fazer isso de forma mais econômica. Mas primeiro, é preciso se convencer sobre a importância que uma boa decoração tem em relação à organização de sua residência.

A relevância de ter uma decoração adequada

A não ser que exista um planejamento diferenciada em relação à planta de construção de um imóvel, normalmente, as construções não passam de um conjunto de paredes e pilastras, que são levantadas para dividir o espaço presente em tal localidade.

Cabe à decoração a ser adotada nesse espaço conseguir instituir uma identidade adequada para esse imóvel. Seja ele algo de nível residencial ou comercial, como uma disposição de poltrona, junto de cores brandas nas paredes que conseguem resultar em um consultório.

Fazendo então com que a compra de móveis e objetos de decoração sejam os artifícios de maior importância para o processo de criar uma imagem específica para esse espaço, facilitando a identificação direta de todos que visitam esse local.

Assim como a presença de um forro acústico consegue destacar esse espaço como um estúdio musical ou fotográfico, após a criação de um cômodo que tenha um universo controlado, essencial para o processo de produção de diferentes conteúdos.

Da mesma forma com que um conjunto de carteiras, junto de um quadro negro consiga resultar na imagem clássica que o público tem sobre o que seria uma sala de aula. Por mais que exista um processo de modernização, com o uso de projetores.

E se esse processo é importante para espaços a serem usados de forma coletiva, a mesma coisa pode ser dita sobre a decoração escolhida para a organização do seu imóvel em particular. Diante da necessidade de transformar esse local em algo que possa ser chamado de lar.

Ao expandir o estilo pessoal de quem irá conviver nesse local. E assim como os hábitos e estilos das pessoas vão se modificando com o tempo, acompanhando novas tendências culturais de moda, por exemplo, a mesma coisa pode ser dita sobre o processo de decoração.

A partir da adição de novas cores e combinações, permitindo assim que uma mesma uma casa de estrutura antiga, consiga se modernizar. Como na troca dos painéis elétricos do prédio, para que seja possível iniciar um processo de automação da casa.

Junto de outras tendências que ganham força dentro do cenário atual, por meio de estilos:

  • Clássico;
  • Industrial;
  • Monocromático;
  • Minimalista;
  • Natural.

Cada um com suas características que podem ser alcançadas a partir da aplicação de cores especificadas, móveis e objetos de decoração. O que acaba exigindo um certo investimento por parte desse novo residente.

Mas caso todos os seus recursos estejam sendo aplicados na compra do imóvel, saiba que não é preciso se preocupar, já que existem formas de garantir uma boa decoração, sem que haja gastos muito excessivos.

5 formas de economizar na sua decoração

A decoração de um imóvel acaba sendo de grande importância para destacar a qualidade dele. Sendo algo importante para quem busca fazer uma avaliação de bens imóveis, para encontrar um valor relevante para a venda de tal patrimônio.

Logo, ao se mudar para um novo espaço, é importante focar em sua decoração, para que seja possível valorizar melhor o local que servirá como sua nova residência. Existindo a possibilidade de se fazer isso por um valor que seja acessível para tal residente.

Só é preciso seguir algumas dicas específicas, que podem levar uma decoração econômica, ao levar em conta pontos como:

1 – Apreciação ao seu estilo

Quando se fala em economizar na sua decoração pode ser fácil ficar preso a ideia de uma organização padrão, seguindo preceitos que resultem no menor gasto, pois não haverá custo nenhum em apostar em uma decoração monótona, sem vida.

Pelo contrário, o primeiro passo é identificar qual é o seu estilo, além dos seus objetivos para aquele espaço, como a criação de um escritório, um quarto para bebê, entre outras opções. E a partir disso fazer uma lista do que será necessário para tal decoração.

Como na impressão digital a laser de estrelas decorativas para ornamento do quarto dos seus filhos, por exemplo. É importante ter uma visão clara, para que não seja possível redecorar o local nos próximos meses, resultando gastos extras para esse indivíduo.

2 – Tenha uma lista de compras

Associado aos seus objetivos é preciso colocar tudo no papel, figurativamente falando, já que um aplicativo digital também tem sua utilidade. Para que seja possível identificar o que será preciso de ser comprado, definindo assim o orçamento necessário para a decoração.

Com tal lista em mãos é possível acompanhar por promoções, em diferentes lojas, sejam físicas ou digitais, e em alguns casos até mesmo barganhar com os vendedores, caso mais de um objeto da lista possa ser adquirido em um mesmo estabelecimento comercial.

3 – Evite o excesso

Comprar em quantidade menores é sempre uma boa opção para quem precisa economizar, adquirindo somente aquilo que é visto como essencial, e a mesma coisa vale para a decoração do seu imóvel.

Devendo ser evitada a compra excessiva de imóveis e objetos, que além de representarem um alto custo para esse consumidor, pode também prejudicar a própria decoração, já que um modelo mais leve e clean pode aproveitar melhor o espaço ali disponível.

4 – Desligue as luzes quando possível

Por mais que seja uma dica importante para economizar com sua conta de luz, essa dica parece estar mais associada aos seus gastos mensais do que a decoração de um espaço, contudo, existe uma ligação direta entre ambos.

Pois por mais que uma iluminação profissional seja importante, a presença da luz natural do sol pode destacar melhor a decoração do imóvel, criando um ambiente mais natural, e com menos gastos em relação à luminosidade do espaço.

5 – Seja criativo

O último passo está associado à própria criatividade do residente de um novo imóvel. Sendo importante reaproveitar alguns materiais da antiga casa, apostar em uma decoração manual, com objetos feitos por si mesmo, que ajudarão a expandir sua identidade ali.

E junto de tudo isso, para garantir uma economia adequada, é importante observar qual modelo de compra pode ser mais benéfico à sua situação no momento. Com a compra à vista normalmente oferecendo certos descontos em relação à compra parcelada.

Ao mesmo tempo, pode ser que esse indivíduo se encontre em uma situação financeira vulnerável, diante de todos os gastos que estão sendo feitos na adequação de um local para sua vivência, com a compra de mobília, higienização de carpetes, entre outros.

Nesses casos, uma compra parcelada pode se adequar melhor à realidade desse novo morador que busca decorar o espaço ao qual viverá pelos próximos anos. Sendo importante garantir que isso possa ser feito sem que seja feito um buraco em suas finanças.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.