DAS MEI: Entenda o que é como emitir o Documento de Arrecadação do Simples Nacional

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em outubro 31, 2022

O DAS MEI é o mais importante custo que precisa ser pago mensalmente por quem possui MEI, que nada mais é do que uma pequena empresa conhecida pela sigla para quem se torna microempreendedor individual.

Não é novidade para ninguém que o número de empreendedores tem crescido cada dia mais no Brasil e no mundo, e para quem deseja começar um negócio, o MEI é o primeiro passo para oficializar a sua empresa.

Dentro do hall de títulos e CNPJs disponíveis no mercado, o MEI é o mais básico, pois pode ser aberto por qualquer pessoa que tem um lucro anual de até R$ 81 mil. Caso ultrapasse isso, a pessoa já parte para outro título de empresa.

Mas o fato é que o MEI se tornou um dos principais tipos de empresas no Brasil e que tem ajudado muitas pessoas a oficializar os seus serviços e venderem seus produtos com notas fiscais que documentam todo o processo.

Alguns novos empreendedores abriram seus negócios como uma espécie de manifestação à oposição que, muitas vezes e em alguns lugares, oprimiu os trabalhadores do regime CLT, que viram no MEI a chance de realizar o sonho de ter o seu próprio negócio.

Mas o fato é que quem já empreende sabe bem que esse processo é um grande desafio diário, são muitas coisas para dar conta e o sucesso de uma empresa é algo que precisa ser construído aos poucos.

Só quem empreende sabe os desafios do dia a dia e, além de tudo isso, entende que se trata de um processo que está longe de ser rápido, fácil e muito menos barato, pois se a sua empresa ganha muito, ela também terá que pagar muito.

O Brasil é um dos países com as maiores taxas de impostos em cima de diversos tipos de produtos, serviços e até mesmo documentos, e é claro que para ter e manter uma pequena empresa no mercado, também não seria algo gratuito.

Hoje um simples usuário consegue encontrar uma camisa brim uniforme preço acessível na internet em poucos segundos, mas o empreendedor nem sempre consegue a acessibilidade para pagar seus impostos.

Pensando justamente nisso que surgiu o DAS, um imposto com valor único pago por todos aqueles que são MEIs e que trouxe mais facilidade para a vida do empreendedor, que pode contar com um único boleto para pagar todos os seus impostos.

Sendo assim, hoje iremos entender a fundo o que é o DAS, como você pode emitir o seu boleto para pagamento, a importância de mantê-lo sempre em dia e os problemas que podem ser acarretados pela falta de pagamento dele.

Entenda o que é o DAS e a sua importância para os MEIs 

A sigla DAS significa Documento de Arrecadação do Simples Nacional, o Simples Nacional é um regime do Governo Federal que controla as micro e pequenas empresas do país, cuidando do pagamento dos impostos de cada uma delas.

Assim como um serviço de portaria conta com uma empresa ou pessoa reguladora que está de olho em como o serviço está sendo feito, o Simples Nacional é a empresa que cuida disso e regulamenta os impostos dos MEIs.

Antes do surgimento do DAS, os empreendedores tinham que pagar imposto por imposto, que não são poucos, o que gerava muita desorganização e bagunça para eles, pois existem diversos impostos que precisam ser pagos, como:

  • IRPJ – Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica;
  • IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados;
  • PIS – Programa de Integração Social;
  • CPP – Contribuição Patronal Previdenciária.

Hoje o DAS é um boleto que reúne cada um desses impostos em um preço só, o que traz ainda mais otimização e praticidade para a rotina do empreendedor que, sabemos bem, é uma loucura e cheia de demandas todos os dias.

Falando sobre a importância do pagamento desse documento, ele se tornou necessário para que os microempreendedores mantivessem suas empresas abertas e de acordo com a lei, seguindo o pagamento de todos os seus impostos.

Até mesmo uma grande empresa de pabx voip nuvem possui os seus inúmeros impostos a serem pagos, que normalmente são mais caros devido ao tamanho da empresa, mas os pequenos negócios também precisam dessa atenção.

Pense que os impostos pagos funcionam como as contas do mês de uma casa: se você não paga a sua conta de luz, por exemplo, fica sem energia elétrica, se não paga os impostos da sua empresa, graves problemas poderão recair sobre ela.

Mais à frente iremos nos aprofundar no que acontece com uma empresa quando ela deixa de pagar o DAS, mas até aqui é importante entendermos que esse não só um simples documento, mas uma parte essencial de uma empresa.

Afinal de contas, é a partir dele que você consegue manter a sua empresa de pé e fazer com que a sua marca esteja em legalidade e em dia com o governo, não acumulando dívidas e nem devendo nada para ninguém.

Saiba como emitir o seu DAS de onde estiver 

Partindo para a prática, muitas pessoas têm dúvidas sobre como emitir o boleto do DAS, seja para pagar os impostos do seu serviço de manutenção em pabx SP ou até mesmo da sua marca de produtos para cabelo.

Seja qual for o seu tipo de negócio, é possível emitir o boleto do DAS de onde estiver através de dois lugares: o aplicativo ou o site. Basta ter o seu CNPJ em mãos e acessá-los para encontrar o seu boleto.

Vale a pena lembrar que o valor da taxa do DAS é fixa para todo MEI, no ano de 2022 ela varia entre R$ 61,60 e R$ 66,60, ao ver o seu boleto, você descobrirá qual será a sua. Também vale ressaltar que todos os boletos vencem no dia 20 de todo mês.

Saber sobre os preços e datas de vencimento é extremamente importante para que você evite os atrasos, que podem culminar em juros lá na frente. Com isso bem entendido, confira abaixo como emitir o seu boleto de pagamento.

Aplicativo

Pelo aplicativo MEI Fácil você consegue emitir o seu boleto todos os meses e até mesmo tentar antecipar cheque pré-datado para pagá-lo em dia, isso para evitar o atraso de qualquer pagamento.

O aplicativo está disponível tanto para Android quanto iOS e precisa apenas de um simples cadastro com o CNPJ da sua empresa para que você consiga visualizar todos os seus boletos do ano e emitir o do mês para pagamento.

Site

Já pelo site, basta acessar o endereço do PGMEI (Programa Gerador de DAS do Microempreendedor Individual) e com o CNPJ da sua empresa acessar a conta com os boletos DAS da sua marca.

Assim que acessar, basta escolher o ano e você verá a lista dos meses com as informações dos que já foram pagos, os que estão atrasados e precisam de pagamento. Assim, basta selecionar o mês que deseja e emitir o seu boleto.

Como pagar?

Fazer o pagamento é tão simples quanto um processo de obtenção de ex tarifário nos dias de hoje, afinal de contas, a tecnologia também trouxe muitas facilidades quando falamos do pagamento de contas e impostos.

Através do boleto do DAS você pode pagá-lo em qualquer casa lotérica, ou então pode usar o código de barras e QR code para fazer o pagamento por PIX ou transferência bancária diretamente pelo aplicativo do seu banco.

Emitir e pagar o seu boleto DAS é algo simples, rápido e acessível para a maioria das pessoas, por isso é importante apenas estar atento às datas para não perdê-la de vista, pois como bem vimos, o restante do processo é fácil de fazer.

O que ocorre em caso do não pagamento do DAS?

Para finalizar, como bem prometemos, é importante saber o que acontece com uma empresa que deixa de pagar o DAS, seja por esquecimento, falta de dinheiro ou simplesmente negligência quanto a esses impostos.

O controle dos pagamentos do DAS é feito pelo Simples Nacional, que assim como um serviço de gerenciamento de obras corporativas, está de olho em tudo que entra dentro e sai do local de trabalho.

Ao não pagar a taxa do DAS em sequência, a empresa corre o risco de ter o seu CNPJ cancelado e até mesmo o risco de perder os seus benefícios previdenciários, como aposentadoria e auxílio-maternidade, que são assegurados pelo pagamento desse imposto.

Além disso, a empresa ainda pode ser inscrita em Dívida Ativa, o que a impede de tomar empréstimos em bancos públicos, além de ficar em débito com o governo, o que gera graves problemas a longo prazo, visto que os juros são altos.

E é claro que o pagamento de multas e juros sobre as parcelas vencidas também não fica de fora, além do perigo de ter a sua empresa excluída de vez do Simples Nacional, destruindo todo o trabalho de construção dela que você teve.

Sendo assim, é melhor prevenir do que remediar, por isso esteja sempre de olho nos seus boletos do DAS e lembre-se de pagá-los em dia. É o seu dever enquanto empreendedor e o que te permitirá ter o devido espaço para tocar o seu negócio com tranquilidade.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade