Como se planejar na hora de financiar um veículo novo?

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por mcoutinho
em setembro 22, 2021

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Como se planejar na hora de financiar um veículo novo?

Saber como se planejar na hora de financiar um veículo novo é muito importante para realizar o sonho de ter um automóvel na sua garagem. Isso porque, de fato, os carros estão cada vez mais caros atualmente (muito por causa da alta do dólar) e o salário não tem acompanhado essa subida, o que faz com que seja ainda mais difícil adquirir um veículo hoje em dia.

Para se ter uma ideia, o carro mais barato do Brasil no momento é o Renault Kwid. Sua versão mais básica custa R$ 39.390,00, fora os gastos com manutenção e mais. Segundo um levantamento da revista Auto Esporte, o financiamento de um Kwid sai por R$ 7.878 de entrada, mais 36 parcelas de R$ 1.2021,52. Ou seja, no final, será preciso pagar R$ 51.132,72 para levar para casa o automóvel mais barato do país.

Portanto, é vital saber como se planejar na hora de financiar um veículo novo. Quer aprender? Então veja nossas dicas abaixo!

Como se planejar na hora de financiar um veículo novo: 4 dicas

1. Facilite a entrada dando o seu usado ou seminovo

Uma das maneiras de facilitar o financiamento é dando o seu atual de entrada. Muitas concessionárias e lojas aceitam carros seminovos ou usados pela entrada na hora de fechar o financiamento.

Uma proposta dessas pode fazer com que você tire diretamente 30, 40 ou até 50% do valor do automóvel logo na entrada, usando um ativo que você já tem na sua garagem e que iria se desfazer de qualquer forma.

No entanto, para aproveitar esse recurso ao máximo, é vital manter o seu automóvel atual com o máximo de valor possível. Isso significa cuidar dele adequadamente, mantê-lo sempre limpo, trocar as peças quando necessário e fazer uma revisão constante. Esses cuidados manterão o valor do automóvel bem alto e permitirão que você possa ter mais facilidades no financiamento.

2. Pesquise as melhores opções de financiamento até encontrar a que cabe no seu bolso

Hoje em dia, existem muitas opções diferentes de financiamento. Você pode conseguir um financiamento com o seu banco ou direto com a concessionária, mas também com bancos digitais, financeiras e outras empresas diferentes.

Como são tantas opções, são muitas taxas de juros diferentes, parcelas distintas e durações próprias. Portanto, é vital olhar e simular todas as opções até encontrar aquela que faz mais sentido para você e que cabe melhor no seu bolso.

Esse tipo de cuidado é importante para você não acabar gastando muito no financiamento. Como a gente mostrou na introdução, um financiamento pode aumentar o valor do carro facilmente em 30% ou até mais. Por isso, é vital analisar e ver a opção mais barata para o seu bolso.

3. Organize seu orçamento para ter espaço e folga para as parcelas

Depois de achar a melhor opção de financiamento no mercado para o seu bolso, é hora de trabalhar o seu orçamento mensal para ter espaço para as suas parcelas mais uma folguinha.

O ideal, de acordo com especialistas em finanças pessoais, é que as parcelas correspondam a menos de 30% do seu orçamento mensal. Além disso, é importante que você tenha pelo menos uns 10 a 15%  mais de folga na sua renda mensal.

Por exemplo, suponha que a sua parcela será de algo como R$1.500,00. É importante que o seu orçamento tenha uma folga de pelo menos R$ 1.725,00 (R$1.500,00 + 15%) para cobrir possíveis aumentos de juros que venham a ocorrer.

4. Tenha um bom Score de Crédito para conseguir acordos melhores

Para conseguir acordos melhores em bancos e financeiras, é importante ter um bom Score de Crédito. Esse valor é contabilizado por birôs de crédito, como o Serasa, com base no seu histórico de bom pagador.

Na prática, quanto melhor seu Score (vai de 0 a 1000, sendo 1000 a melhor nota), mais fácil é para as empresas oferecem acordos de crédito com você com juros baixos.

Por exemplo, com um Score de 700, é possível conseguir um financiamento completo do seu carro. Já com um Score de 400, você precisaria dar uma boa entrada e pagar juros bem altos para conseguir financiar, digamos, 70% do automóvel.

Por isso, é vital conhecer a sua pontuação de Score de Crédito e começar a trabalhar para aumentá-la progressivamente até chegar a um valor acima de 700 (considerado muito bom!).

Pronto! Agora que você já viu como se planejar na hora de financiar um veículo novo, chegou o momento de iniciar o seu planejamento. Comece vendo qual o seu Score de Crédito e, se for abaixo de 700, trabalhe para aumentá-lo. Em seguida, organize seu orçamento para que as parcelas caibam no seu bolso sem riscos de ter problemas lá na frente.

Gostou do conteúdo? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.