Saiba o que fazer quando a chave codificada do carro não funciona

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em setembro 15, 2022

Para cada tipo de porta a ser destrancada existe uma chave feita justamente para executar esse objetivo. Uma ideia que parte de uma ideia física, como a abertura de um portão, de um baú ou até mesmo de um carro, sendo preciso apenas contar com a chave indicada.

Uma ideia que pode funcionar até mesmo como uma espécie de analogia em relação à busca pelas melhores estratégias para se lidar ou até mesmo resolver algum tipo de problema que se apresenta à gestão de um projeto de forma particular.

Tal como a pessoa-chave de uma equipe profissional, o objeto principal para o desenvolvimento de algum tipo de produto por parte de uma empresa, além de muitas outras alusões a serem feitas a partir desse conceito da procura pela sua solução-chave.

O que pode incluir a contratação de um serviço de guincho automotivo como a principal solução para uma empresa de transporte, de forma a agilizar seus resultados frente a problemas comuns do dia a dia do seu negócio, além de muitos outros pontos-chave.

Algo que acaba sendo discutido com uma maior importância se levarmos em conta a alta competição presente na sociedade, sendo preciso ter acesso à solução-chave para resolver tanto os seus problemas como o do seu público, em busca de bons resultados para ambos.

Inclusive, quando se fala sobre a função de um elemento-chave, é importante garantir também o conceito de segurança que está associado a ele, agindo como um artifício de proteção para qualquer tipo de item, de um cofre a uma residência.

Isso porque o acesso a diversos tipos de soluções dependem da apresentação de um instrumento ou código feito justamente para responder a um sistema de segurança, garantindo assim a sua liberação para tudo que esteja por trás do projeto.

O que pode incluir o funcionamento dos terminais eletricos que lidam com toda a fiação elétrica por trás da execução das funções de um automóvel, o que inclui o ato de ligar o motor, que só é liberado ao lado do uso de uma chave feita justamente para tal objetivo.

Sendo preciso estar com uma chave adequada para acessar o interior de um automóvel, tal como uma chave a ser usada para adentrar a sua casa. A questão é que até mesmo essa chave física pode passar por um processo de atualização diante das novas tecnologias.

Um cenário que leva a um conceito de acesso muito mais moderno e seguro, no qual a permissão para dirigir algum tipo de veículo passa antes pela necessidade de estar acompanhado de um novo tipo de chave: uma chave codificada.

Como funciona esse tipo de instrumento?

Quando se fala sobre os equipamentos e estratégias voltadas ao ramo de segurança, é preciso debater não apenas sobre o processo de evolução tecnológica dessas soluções, mas também sobre como a procura por tal tipo de artifício cresce em importância.

Resultado do aumento dos níveis de insegurança de quem possui algum tipo de patrimônio, sendo preciso estar atento às soluções que podem se mostrar eficazes nesse sentido, o que pode incluir a aplicação de um insulfilm automotivo em seus veículos.

Entre as soluções modernas, é preciso destacar o funcionamento das chamadas chaves codificadas, uma atualização das chaves tradicionais que eram usadas para abrir uma porta, cofre ou qualquer tipo de objeto que necessite de certa segurança.

Cenário que nos leva a falar sobre o funcionamento específico das chaves codificadas, uma atualização do conceito tradicional de chave, que além da sua concepção particular e única para reagir a certo cadeado ou fechadura, conta com o auxílio de novos métodos modernos.

Uma aplicação que funciona por meio de uma chave física acoplada a um sistema próprio de identificação, aumentando assim a sua proteção em relação ao acesso a qualquer que poderia simplesmente fazer uma cópia em relação a esse instrumento de segurança.

Isso porque, além de sua estrutura física única, uma chave codificada funciona a partir da sua composição interna, que conta com a presença dos seguintes artifícios:

  • Chave em si;
  • Antena;
  • Central de comando;
  • Transponder (chip especial).

Tópicos que criam uma chave codificada, permitindo o acesso e melhor controle de um ou mais veículos por quem lida com a gestão de frotas, por exemplo, sendo preciso cuidar da segurança desses carros, impedindo certas infrações que podem ser executadas.

Tudo isso através da execução das práticas de segurança que envolvem o uso dessas chaves codificadas, no qual essa chave funciona a partir da emissão de um sinal único para o sistema de segurança de tal veículo, otimizando o seu uso de maneira geral.

Uma tecnologia que chegou ao Brasil por volta dos anos 2000 e que de lá para cá se tornou um dos equipamentos básicos de segurança para quem possui um ou mais tipos de veículos, aumentando a segurança em cima desse patrimônio.

O problema é que é justamente por causa desse contato constante com o ambiente externo que o sistema de segurança que funciona como base para um programa que responde a uma chave codificada pode apresentar falhas, resultado da exposição diária ao:

  • Calor;
  • Radiação solar;
  • Chuvas;
  • Infiltrações.

Uma série de pontos que podem interferir no funcionamento de uma chave codificada, sendo preciso trocar todo o sistema de segurança de um veículo, dentro de um mesmo período de tempo que pode envolver a necessidade por uma troca de embreagem.

Em outros casos a simples troca de uma chave codificada já se mostra necessária, tudo para garantir ao máximo a segurança e proteção de quem possui um carro, impedindo assim um acesso indesejável ao seu patrimônio particular.

A questão é que esse mesmo tipo de sistema de segurança que impede o acesso indesejável de terceiros pode atrapalhar no seu próprio acesso ao seu veículo, sendo preciso consertar essa chave codificada para assim poder controlar seu carro.

Então é necessário conhecer quais os principais motivos por trás dessa baixa no funcionamento desse tipo de chave, de forma a se buscar pela melhor solução nesse sentido.

Por que minha chave codificada não funciona?

As respostas para essa questão podem ser diversas, sendo preciso conhecer o problema para saber como resolvê-lo, tal como a aplicação de um lubrificante automotivo em um motor que apresente um certo desgaste por questões de atrito.

E quando se fala especificamente sobre os motivos pela sua chave codificada ter parado de funcionar, os motivos podem estar entre as opções a serem discutidas a seguir.

Chave incorreta

Pode parecer algo óbvio, mas o uso da chave codificada errada pode impedir o acesso a um carro, assim como o seu funcionamento. Erro que pode ocorrer com quem possui acesso a mais de um veículo, como ocorre em um serviço de locação de ônibus executivo.

Verificação do transponder

O transponder, conhecido como o chip implantado nessa chave codificada, pode apresentar falhas graves ou até mesmo um mal-contato que peça a interação a ser realizada junto do seu veículo, sendo preciso ter atenção ao seu funcionamento.

Alguma falha eletromagnética que pode ter relação com o não-funcionamento dessa chave, tal como ocorre ao guardar esse tipo de instrumento perto de eletrodomésticos ou até mesmo de cartões diversos.

Análise da antena

A função de um transponder é liberar uma mensagem que chegue à antena do carro, liberando o acesso ao veículo. Um problema nessa antena, o que pode ser causado pelo contato diário com fortes raios solares, pode levar a essa falha da chave codificada.

Circuitos eletrônicos

A fiação do carro pode ser outra responsável por um problema apresentado em relação ao seu sistema de segurança, o que pode surgir após a instalação mal-sucedida de algum tipo de acessório, colocando em risco o funcionamento dessa chave codificada em questão.

Conhecer todas essas possibilidades pode ajudar em relação a qual tipo de solução a ser tomada por quem se encontra com a sua chave codificada apresentando problemas.

Minha chave codificada não funciona, o que fazer?

As soluções para esse problema podem ser diversas, a começar por algo simples e prático, como uma troca de pilhas ou bateria. No entanto, esse tipo de solução pode não ser o suficiente, sendo preciso então recorrer à ajuda profissional.

Começando por um chaveiro, quando problema for claramente associado à composição física dessa chave, e posteriormente a profissionais que podem até mesmo fazer parte da lista de serviços fornecidos pelo seguro do seu veículo.

Auxílio que pode agir tanto na troca desse tipo de chave, como também na manutenção de todo o sistema de segurança do seu veículo, que pode ter apresentado algum problema, sendo preciso analisar tudo para tomar as melhores decisões nesse sentido.

O mesmo pode ocorrer em relação à manutenção de um motor hidráulico para uma fábrica que use tal instrumento, sendo possível lidar também com a configuração do seu programa de segurança que responde aos códigos apresentados por sua chave codificada.

Pois de uma forma geral, a segurança e funcionamento do seu veículo pode estar atrelada ao uso adequado desse tipo de chave, sendo preciso cuidar da sua preservação, além de saber o momento de recorrer a um auxílio externo, em caso de um problema apresentado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade