Como controlar o cartão de crédito durante as compras?

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em março 17, 2023

O cartão de crédito consegue nos oferecer uma série de vantagens no dia a dia, devido ao fato dessa forma de pagamento ser rápida, fácil e segura. 

Além de ser um facilitador para a realização de uma compra imediata, mas com o pagamento até 40 dias depois ou parcelado, o cartão de crédito também pode ser utilizado como um mecanismo de controle financeiro. 

Contudo, mesmo que você esteja disposto a fazer uma compra de um doce, ou até mesmo fechar um orçamento com uma consultoria empresarial, o ideal é que você saiba tudo o que está sendo pago no cartão, antes mesmo de realizar uma compra nova. 

Isto é, esse cuidado se aplica tanto para compras grandes, quanto para compras pequenas. A partir do momento que você começa a concentrar todas as despesas no cartão, você consegue controlar o fluxo das suas compras e até identificar se não está consumindo sem necessidade. 

Ter esse tipo de controle consegue facilitar, até mesmo, para compras mais específicas. Ou seja, se você possui o desejo de adquirir um telefone ip, por exemplo, basta consultar o seu cartão de crédito para saber se essa compra não irá te prejudicar futuramente. 

Entretanto, esse cenário nem sempre é assim. Na maioria das vezes, as pessoas usam os créditos disponibilizados sem qualquer tipo de planejamento, e posteriormente, acabam se endividando. 

Mesmo que você faça pesquisas do tipo “onde comprar lustres bonito e barato”, o ideal, mesmo, é consultar o aplicativo do seu cartão de crédito, ou até mesmo a sua planilha de gastos, para verificar se é viável, ou não, fazer essa aquisição. 

Por esse e outros motivos, é muito importante que você tenha cuidado ao utilizar o cartão de crédito. Uma maneira que surgiu para facilitar a vida das pessoas pode, em algum momento, ser uma armadilha se o consumo não for consciente. 

Em outras palavras, saber usar o cartão de crédito é essencial para garantir a eficiência do seu planejamento financeiro pessoal, e isso ajuda a você não entrar no rotativo do cartão que, por sinal, possui uma das taxas de juros mais altas do mercado. 

Mesmo que você precise fazer uma manutenção preventiva no seu carro, por exemplo, todo o cuidado é necessário para não entrar no rotativo do banco. Ou seja, até mesmo gastos importantes, às vezes, precisam ser prorrogados. 

Com o intuito de te ajudar, desenvolvemos este artigo reunindo as principais dicas sobre como controlar o consumo do cartão de crédito. Confira:

Crie um planejamento de suas contas e compras

De um modo geral, não existe nenhuma mágica que possa te afastar do endividamento. 

Entretanto, para te ajudar nesse processo, é interessante criar uma planilha com todos os seus custos fixos mensais, sua renda e veja qual é o percentual de comprometimento desses rendimentos com as despesas da rotina. 

Dessa forma, você pode criar uma programação de qual é o montante disponível para compras fora dos custos fixos, com isso, você vai estabelecer o valor máximo que pode gastar.  

Logo, se você possui o desejo de fechar um orçamento com uma administração de condomínios, por exemplo, saberá o quanto poderá gastar com essa aquisição. 

Claro que as operadoras de cartão de crédito podem, eventualmente, liberar um limite maior que a sua capacidade de pagamento mensal. Nesse caso, procure fazer bem as contas dos seus rendimentos para não se perder financeiramente. 

Não entenda seu limite como renda

Muitas pessoas pensam que o limite do seu cartão de crédito é como se fossem suas rendas, e é nesse tipo de pensamento que o endividamento entre. 

Isso porque, com essa forma de pensar, a pessoa pode acabar acreditando que, ao fechar um pacote de automação residencial, por exemplo, não irá influenciar nos seus gastos. 

Coloque as suas contas no papel, só assim você irá perceber se está positivo ou negativo. Nesse caso, você precisa colocar tudo que entra, e tudo que sai no mês. Para a conta fechar, o valor dos gastos deve ser menos do que os ganhos. 

Se você é o tipo de pessoa que costuma gastar um valor maior do que ganha, saiba que essa prática pode, facilmente, te levar ao endividamento. 

Controle suas compras

Felizmente, existem uma série de aplicativos que conseguem te ajudar em relação ao controle financeiro. Quando bem utilizados, você acaba até mesmo sabendo as consequências de comprar, por exemplo, um cesto expositor. 

Para que você não se perca com as compras, anote tudo o que foi comprado com o cartão para ter um registro sobre os gastos. 

As pequenas despesas podem, um dia, podem formar uma grande fatura, então, tenha o máximo de cuidado possível com isso. Essa cautela vale para as assinaturas de streaming, ou até mesmo seus gastos diários com alimentação do dia a dia. 

Compras de baixo valor podem enganar e no final das contas, a sua fatura pode superar a sua capacidade de pagar. 

Fique atento às compras parcelas

Como citado logo acima, compras de baixo valor podem induzir ao pensamento que são gastos pequenos, mas no final, podem ser fatores complicando no orçamento. 

Antes de parcelar uma compra no cartão de crédito, é interessante que você analise para ver se realmente vale a pena. 

Esse cuidado se aplica, até mesmo, para quem deseja abrir um negócio. Ou seja, se você vai em um fabricante de sorvete para comprar um volume com a intenção de revender depois, deve, antes, calcular os gastos e ganhos para não sair no prejuízo. 

Consulte o valor do produto à vista e compare o que compensa. Se você está disposto a fazer a compra parcelada, lembre-se de computar isso no seu orçamento mensal para que você não perca controle sobre os seus gastos. 

Mantenha a sua fatura em dia

A partir do momento que você entende como funciona o seu cartão, e quais são as taxas de juros, você acaba tendo um controle maior sobre os gastos. 

As taxas cobradas pelos cartões de crédito costumam ser as mais elevadas do mercado. Portanto, evite gastar acima daquilo que você pode, realmente, pagar. 

Em outras palavras, você precisa evitar, de todas as formas, o rotativo. Se você não conseguir pagar integralmente a fatura do mês, sua dívida ficará cada vez maior, afinal, os juros são extremamente altos. 

Evite ter vários cartões

Você precisa entender que quanto maior forem as ofertas de cartão de crédito, maiores serão as chances de você se enrolar com os limites oferecidos pelas operadoras. 

Como foi dito no início deste artigo, os cartões, hoje, são uma verdadeira facilidade que torna-se essencial em nossa rotina, principalmente quando vamos fazer uma compra online. 

Portanto, escolha um cartão a partir das suas vantagens, como limites, taxas cobradas e valores de anuidade. No mais, lembre-se: cuidado com a tentação de sair do seu controle de finanças. 

Não empreste seu cartão

Quando você empresta o seu cartão de crédito para alguém, é significado que você não saberá, exatamente, o que será comprado em seu nome. Ou seja, isso pode ser uma grande armadilha. 

Mesmo que seus amigos, ou até mesmo familiares peçam o seu cartão emprestado, evite, de uma forma ou de outra, emprestá-lo. 

Evite saques com o seu cartão 

Talvez você não saiba, mas realizar um saque com o cartão de crédito tem juros e, além disso, você paga uma taxa pelo serviço. Portanto, é interessante que você fique atento para não estourar o limite ou fazer vários saques. 

Certifique-se de comprar em sites seguros

Uma das coisas que os brasileiros mais gostam, é realizar suas compras online. O gosto por essa prática pode estar conectado diretamente com a comodidade e a facilidade, como também, o fato dos preços serem bem competitivos.

Contudo, além da atenção para não exagerar com os gastos, é necessário que você fique atento em relação à segurança dos sites de comércio eletrônico. 

Dependendo do site que você acessar, os seus dados podem ser roubados, e os cibercriminosos podem usar o seu cartão de crédito para fazer compras que, na verdade, não foram feitas por você. 

Uma dica legal para quem gosta de fazer compras online, é utilizar o cartão virtual que, por sua vez, é como se fosse uma cópia do seu cartão físico, porém, o código de segurança muda a cada 24 horas. 

Isso significa que, se o seu cartão cair em mãos erradas, não será possível finalizar qualquer tipo de transação.  

Conclusão

Neste artigo, procuramos abordar os principais cuidados que você precisa ter ao utilizar o cartão de crédito. Embora essa forma de pagamento oferece várias vantagens, como:

  • Bônus;
  • Agilidade;
  • Crédito imediato;
  • Facilidade para pagar;
  • Comprar algo, e pagar depois. 

Todos esses benefícios devem, na verdade, serem utilizados com consciência, afinal, é a sua vida financeira que está em jogo. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade