A Apple ganha mais dinheiro vendendo iPhone ou oferecendo serviços de tecnologia?

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por admin
em agosto 29, 2022

Receita da Apple com serviços dobrou em menos de 10 anos

O mercado de tecnologia oferece diversas oportunidades de negócios, muito bem exploradas pelas gigantes do mercado. A Apple, por exemplo, não ganha dinheiro apenas vendendo iPhone, Macbook e iPad, a empresa está aumentando exponencialmente sua receita com serviços de tecnologia. 

Os números da Apple em 2022 têm surpreendido o mercado, já que a empresa é a única big tech com resultados mais expressivos. Segundo a Forbes Global 2000, ranking da revista Forbes, a Apple continua sendo a empresa de tecnologia mais valiosa do mercado, com um valor de mercado estimado em R$ 13 trilhões. 

Receita de serviços surpreende no balanço do 2° trimestre de 2022 da Apple 

A Apple divulgou o balanço financeiro do 2° trimestre de 2022 e o que mais surpreendeu foi o aumento significativo da receita da empresa com serviços. Com um crescimento de 12% em comparação com o mesmo período do ano anterior, a Apple se destaca no setor de serviços de tecnologia. 

Em seus diversos serviços como App Store, Apple Pay, Apple Music, entre outros, a big tech já acumula mais de 800 milhões de assinantes mensais. Pelo balanço, o segmento de serviços representou 23,6% do faturamento da empresa no último trimestre. 

A fatia da receita de serviços já chega a mais de 85% do faturamento da marca com produtos como Mac, iPad, wearables, home e acessórios. Os números mostram que o segmento de serviços só perde em receita para o iPhone, que segue sendo o carro-chefe da marca. 

O iPhone segue representando quase metade do faturamento da marca, com 49% de receita da big tech. A empresa tem investido no mercado de serviços, oferecendo opções personalizadas em diversos segmentos para clientes da Apple. 

Principais serviços da Apple 

O segmento de serviços da Apple foca em uma oferta de aplicativos que agreguem valor aos produtos da marca. Confira abaixo alguns dos principais serviços comercializados pela Apple:

  • Apple Fitness+: oferece dicas e orientação de exercícios, alongamento e meditação. 
  • Apple News: seleção de notícias para os usuários 
  • App Store: loja de aplicativos da Apple. 
  • Apple Arcade: biblioteca de jogos.
  • Apple Music: streaming de música. 
  • Apple TV+: streaming de TV.
  • Apple Books: biblioteca virtual. 
  • Apple Pay: carteira de pagamentos. 
  • iCloud: armazenamento na nuvem.
  • Apple One: assinatura de todos os serviços Apple por um único valor. 

Segmento de serviços alavanca faturamento a um custo menor para a Apple 

Quando olhamos para os números brutos de faturamento, contando os custos de produção e comercialização de produtos e serviços, podemos notar que a margem bruta da receita de serviços foi apenas 35% menor do que a de produtos, mesmo que a receita do segmento tenha sido 70% menor do que a de produtos. 

Isso acontece porque a produção de serviços tem um custo muito menor do que a produção de produtos. Cada iPhone, iPad ou Mac produzidos pela Apple custam um alto valor em matéria-prima, por isso mesmo que as vendas são mais caras por unidade, o custo de produção ocupa uma fatia considerável desse valor. 

Já o segmento de serviços tem um custo baixo. A maioria dos serviços prestados pela Apple são de assinaturas digitais e o volume de novos assinantes pouco altera o custo dos produtos, o que é bem diferente dos produtos físicos. 

Por isso, a receita do segmento de serviços mais do que dobrou em 9 anos. Em 2012, o segmento de serviços representava apenas 8% (12, 9 bilhões de reais) da receita total da Apple no ano. 

Em 2021, o segmento representou 19% (68,4 bilhões de reais) da receita total da marca e esse percentual deve aumentar em 2022. A receita com serviços tem um potencial de escalabilidade muito maior do que a de produtos e isso faz com que a Apple invista cada vez mais no segmento. 

Como vemos, o segmento de serviços deve continuar surpreendendo a cada trimestre. A Apple é uma das big techs que mais souberam apostar nesse mercado após o início da pandemia, mantendo o seu faturamento e valor de mercado em alta, mesmo com as dificuldades do período. 

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade