3 dicas para converter leads em clientes para o seu e-commerce

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por diogo
em setembro 30, 2022

Exercitar práticas para converter leads em clientes é um dos grandes segredos para o sucesso dos e-commerces.

Cabe ressaltar, contudo, que a geração de leads envolve esforços de toda uma equipe em prol do melhor atendimento ao público interessado.

Mas não basta se comunicar com quem chega até você. É necessário saber identificar os tipos de leads, estruturar o funil de vendas e estabelecer um fluxo de nutrição.

Você vai saber tudo sobre esses e outros conceitos no material que começa agora. Venha com a gente para entender como converter leads em clientes de forma eficaz!

O que é um lead?

Quando falamos em lead no contexto do e-commerce, estamos designando um visitante que demonstrou interesse no que a marca oferece.

Um usuário demonstra que está interessado nas empresa de terceirização de serviços de limpeza quando:

  • Clica em um anúncio;
  • Segue a empresa nas redes sociais;
  • Informa o e-mail para assinar uma newsletter;
  • Faz comentários em postagens.

Ou seja, um lead é uma oportunidade de negócio em aberto. Ele dá sinais de que deseja receber mais material da empresa.

Com essa sinalização, o time de marketing pode começar a investir mais tempo no relacionamento com aquele lead, já que é muito provável que ele venha a se tornar um cliente fiel no futuro próximo.

Quais são os tipos de leads?

As empresas que prestam serviços de enfermagem domiciliar não atraem o mesmo tipo de lead toda vez. Não existe forma de conseguir fazer isso.

Pelo contrário, cada visitante que chega até você corresponde a um tipo de comportamento, a um objetivo e/ou a um comportamento.

Separamos os principais tipos de leads de acordo com características específicas. Confira os tópicos na sequência para conhecê-los.

Lead que procura uma solução

Esse lead já sabe que tem um problema e está pesquisando alternativas para solucioná-lo. Ele já é bem informado e, por isso, é um lead mais barato.

Afinal, se o problema já é bem conhecido e ele tem ciência das opções de freezer pequeno preço disponíveis, basta apresentar uma boa oferta para chamar a atenção.

Por isso, é adequado até apostar em uma abordagem um pouco mais incisiva. Você não pode deixar espaço para que esse lead compre de outra empresa.

Lead procrastinador

Geralmente, quem procrastina faz isso porque não tem um senso de urgência quanto aquele produto ou serviço.

O papel da marca aí é evidenciar com clareza os benefícios do portão de alambrado para superar qualquer barreira que haja para a compra.

Oferecer descontos por tempo limitado ou frete grátis são boas fórmulas para despertar o interesse de um lead procrastinador.

Lead que não sabe do que precisa

Por último, mas não menos importante, há o lead que nem mesmo reconhece que tem uma necessidade a ser sanada.

Esse é um mar bastante vasto a ser explorado. O marketing deve ser direcionado para motivar o usuário a refletir a respeito de qualquer problema que ele possa ter e que não estivesse prestando atenção.

Para esse caso, as ofertas têm que apresentar um valor agregado mais alto. Portanto, é necessário investir em conteúdo que eduque a respeito das empresas de home care sp, por exemplo.

A importância do funil de vendas na geração de leads

O funil de vendas é um modelo que separa a jornada do cliente em três estágios básicos: topo do funil, meio do funil e fundo do funil.

O topo do funil é reservado para pessoas que estão contatando a empresa de engenharia civil pela primeira vez.

Quanto mais elas se movem pelo funil, mais específicas as interações se tornam e maior fica a propensão de fechar uma venda.

Entenda a importância de ter um funil de vendas para apoiar a sua geração de leads para e-commerce.

Traz maior previsibilidade para as vendas

O monitoramento contínuo do funil permite que a equipe de marketing reconheça padrões de interação.

A administracao de condomínios se torna capacitada para reconhecer as estratégias que funcionam melhor.

Como resultado, também é possível prever o volume de vendas de acordo com cada mês ou ano. O orçamento do empreendimento é otimizado e as conversões se mantêm frequentes.

Acelera o ritmo da conversão

À medida que há profissionais acompanhando o progresso da jornada de cada lead, as táticas de conversão podem ser aplicadas com mais agilidade.

Os vendedores criam discursos mais personalizados para convencer cada perfil conforme as preferências dele.

Isso diminui consideravelmente o tempo que um lead leva para ser transformado em cliente, o que é excelente para os negócios.

Mostra falhas

Como o funil é repartido em etapas específicas, caso muitas pessoas fiquem paradas em uma mesma etapa por muito tempo, os profissionais podem trabalhar para resolver alguma possível falha.

Pode ser um detalhe no texto da landing page, a navegabilidade do blog de recarga extintores sp ou alguma falha por parte da equipe de vendedores.

Em todo caso, é o acompanhamento das partes do funil que vai acender o alerta para qualquer falha que precise ser corrigida.

Otimiza o aproveitamento de oportunidades

Não se pode perder tempo: quando um novo lead chega ao e-commerce, ele precisa começar a ser nutrido imediatamente.

O funil de vendas disponibiliza informações sobre o status de cada compra em tempo real. Desse modo, cada oportunidade é melhor aproveitada.

Esse grau de otimização do relacionamento com cada lead é vital para a satisfação de todos eles – e, como consequência, a longevidade da loja virtual.

A importância do fluxo de nutrição na geração de leads

Fluxo de nutrição é como se chama uma sequência de e-mails criada para guiar o lead até o fechamento da compra.

Trabalhar com conteúdo bem segmentado e coerente com os interesses da base de consumidores deve ser sempre uma prioridade.

Então, o fluxo de nutrição combina muito bem com as estratégias coordenadas de geração de leads.

Observe porque essa ferramenta é tão importante para conquistar mais leads.

É personalizado e específico

Sejam clientes ou não, toda pessoa aprecia marcas que se comunicam de forma personalizada com ela.

Isso não significa ser excessivamente informal. Na verdade, a personalização pode ser um cabeçalho de e-mail que chama o lead pelo nome.

São detalhes que provocam um efeito muito diferenciado no leitor. E é claro que os e-mails devem trazer conteúdo pensado especialmente naquele perfil de lead.

Um fluxo bem estruturado e baseado em dados melhora muito a comunicação com os leads e os incentiva a continuar dentro do funil de vendas.

Leva menos tempo

Um fluxo de nutrição não obriga os profissionais a conferirem manualmente o que cada lead gosta em termos de conteúdo.

Há plataformas que fazem essa pesquisa de forma automática, o que é essencial para o funcionamento adequado de uma empresa.

Com isso, as pessoas envolvidas não ficam sobrecarregadas e podem se dedicar a funções que demandam outras capacidades.

Também por isso, o índice de erros cai bastante. Todo o processo de nutrição de leads se torna fácil e ágil.

Ajuda na qualificação dos leads

Quem tem acesso constante a materiais informativos e bem segmentados fica sabendo muito mais sobre os produtos de uma empresa.

Isso tem um impacto muito positivo na hora do contato com o vendedor para realizar a compra. Ele não precisa ficar explicando todas as funções e benefícios do item.

Os possíveis compradores já estão em condições de tomar a melhor decisão. Eles já sabem porque e para que precisam (ou não) daquele item.

Resta ao vendedor continuar guiando o lead pelo funil e estar ativo no momento que as transações forem confirmadas.

3 dicas para transformar leads em clientes do seu e-commerce

Mesmo com todas as ferramentas e estratégias que nós já explicamos aqui, converter leads em clientes não é tão fácil.

Para que você e sua equipe estejam bem preparados para esse desafio, confira 3 dicas para se sair bem nesse processo.

  1. Conheça muito bem a sua persona

Nenhum esforço vale a pena se o empreendedor não conhece profundamente o perfil de cliente que ele atende.

Você precisa entender os anseios, as preferências e os gostos deles. Até mesmo dados demográficos, como renda, faixa etária e localização fazem a diferença para uma taxa de conversão alta.

  1. Humanize o atendimento

Atualmente o uso de chatbots para fazer o atendimento do cliente é muito comum. Mas isso não significa que o elemento humano está descartado.

Os leads precisam ter certeza de que quem está do outro lado é uma pessoa como eles. Por isso, atendimento humanizado por redes sociais e aplicativos de mensagem é imprescindível.

  1. Evidencie seus diferenciais

A dinâmica da web é veloz. Ninguém tem muito tempo disponível para converter cada lead. Então, não economize no destaque do que você tem de diferente para oferecer.

Tudo que é inovador fica marcado na memória das pessoas. Mesmo que elas não sejam convertidas naquele exato momento, a boa experiência fica gravada na memória.

Conclusão

No texto que você acaba de ler, tratamos dos detalhes que envolvem a conversão de leads em clientes fiéis.

Conhecer o funcionamento de um funil de vendas, estar ciente dos benefícios do fluxo de nutrição na geração de leads é fundamental para a estratégia de converter leads em clientes. 

Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade